Paisagista Ralpho Krum: sua carreira e o Jardim Árido

Autor: Regina Motta - Data: 11/04/2014

AuE Paisagismo: Faça uma apresentação pessoal e de sua empresa. Gostaríamos de conhecê-lo melhor:


Ralpho Krum, 35 anos, brasileiro, casado, nascido em Campinas-SP, residindo atualmente em Juiz de Fora-MG desde 2010. Minha carreira acadêmica se inicia em 1998 no curso de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Paulista - UNIP em Campinas-SP. Em 2003 por motivos financeiros tranquei minha matrícula e em 2004 comecei meu curso Técnico em Paisagismo de 800 hs. Junto com o curso participei de vários outros cursos complementares (vide currículo), e desde então procuro sempre estar atualizado com a profissão. Em 2006 finalizei o curso Técnico em Paisagismo com o trabalho final de graduação com o tema Parque Vale das Araras.

Em 2006 criei minha empresa própria como autônomo, a RKPaisagismo, onde desenvolvi, trabalhos na área de projetos, execução e manutenção de jardins residenciais e comerciais.

Em 2009 fazendo diversos cursos no Sebrae desenvolvi uma nova empresa a Trilha Verde - Flora & Paisagismo, com ênfase em loja no segmento para jardins.

Fazendo pesquisas de mercado, observei que Juiz de Fora-MG seria um boa área de atuação para se trabalhar, pois as empresas de paisagismo são mais novas que em uma metrópole como Campinas-SP, me mudei e até hoje aqui estou.

Em maio de 2010 concretizo o sonho de ser empresário e de constituir uma loja totalmente voltada para o segmento de jardinagem e paisagismo.

Outro sonho realizado foi, em 2012, em participar de uma mostra relacionada a minha área, a Mostra Master Casa - Arquitetura - Paisagismo - Design, com o jardim da entrada com tema Jardim Árido.

Em outubro de 2013, depois de muitos problemas com a falta de mão-de-obra qualificada, vi o sonho de ser empresário se acabar e resolvi fechar a loja. Fiquei até dezembro fora da área trabalhando em outro segmento, foi quando a empresa Nova Tendência Artefatos de Concreto me convidou para ser paisagista em seu novo empreendimento a Tendência Verde.

Em janeiro deste ano comecei a desenvolver meu trabalho nesta empresa que conta com fábrica de vasos, a mais nova loja de plantas e artigos para jardinagem e paisagismo de Juiz de Fora-MG, Tendência Verde, e ainda temos uma produção de plantas ornamentais de vários portes que se localiza em Simão Pereira-MG na Fazenda Sitio da Colina.

AuE Paisagismo: Como foi a sua escolha desta profissão de paisagista? Quais as dificuldades que encontra e quais a maiores alegrias?

Ralpho Krum: Durante o curso de arquitetura, a empresa do Gustaf Winters Centro Paisagístico fazia convite para a participação dos cursos, vendo aquilo comecei a me interessar pela área.

Em 2003 com o falecimento de minha mãe que adorava plantas tive que largar o curso de arquitetura, foi então o momento que decidi por ser paisagista. Na escolha do melhor curso optei pelo técnico.

As maiores dificuldade é não achar mão de obra qualificada e ter que fazer tudo sozinho, por muito tempo fui o que faz tudo, do projeto ao plantio, da manutenção a reconstrução.

Minha maior alegria é a satisfação do meu cliente, ver que ele ficou satisfeito com minhas propostas, ou então ver que, com meu conhecimento técnico, pude deixar seu jardim com mais vida, com mais flores, com mais frutos em suas frutíferas.

O slogan da minha antiga empresa diz tudo "A Natureza mais próxima do ser humano", essa é minha maior alegria. Hoje minha maior alegria é chegar em casa e ver meus cactos sadios e minhas rosas do deserto florindo.

AuE Paisagismo: Sabemos que a sua atividade na área é bastante diversificada em uma empresa de Paisagismo, fábrica de vasos de cimento e artefatos decorativos, varejo de plantas, elementos decorativos e insumos para jardim. Como é a administração de tantas vertentes do paisagismo?

Ralpho Krum: Hoje nesta nova empresa estou mais focado nas vendas e nos clientes de paisagismo. Mas quando tive minha loja tudo era muito corrido, trabalhava de segunda a segunda.

Minha esposa sempre foi meu braço direito em nossa loja, ela fazia a administração e venda de varejo, enquanto eu fazia os orçamentos, projetos, execução, manutenções, fazia as entregas e administrava os funcionários da parte de mão de obra.

Como esta nova empresa que já tem 11 anos no mercado, temos um gerente administrativo, um gerente de produção e agora um paisagista no caso eu. Faço visita aos clientes, atendo na loja e dou a solução que o cliente necessita.

AuE Paisagismo: Em qual destas atividades você se sente mais realizado?

Ralpho Krum: A de projetos e execução de jardins, pois tenho a liberdade para criar em quando executo vejo e sinto tudo aquilo que foi planejado, mas a realização só vem por completo com a satisfação do cliente.

AuE Paisagismo: Como você faz a seleção das espécies botânicas? Você leva em consideração a frequência de manutenção no processo de escolha?

Ralpho Krum: Para esta seleção, em primeiro lugar, observo os anseios do cliente, e depois disso faço a proposta do que ficará melhor depois de alguns anos.

Enfatizo muito aos meus clientes que o jardim que proponho é pensado para o futuro e não para o presente.
Procuro já passar que tal espécie poderá trazer incômodos no futuro, mas nunca em momento algum na minha carreira impus qualquer espécie aos meus clientes, é claro que sempre o que conta é a vontade deles, alguns às vezes teimam em colocar certas plantas onde eles querem dizendo que depois tiram, então uso o bom senso.

Neste mercado de trabalho sempre vi a falta de cuidado dos clientes em manter os jardins sempre limpos e saudáveis, foi quando em 2012 tive a oportunidade de realizar um sonho de participar de uma mostra de paisagismo e poder oferecer e trazer um novo conceito de jardim sustentável e com menos manutenção, que é o Jardim Árido - Com muitos cactos, agaves e suculentas. Mas estas plantas ainda são pouco conhecidas pelas pessoas e por terem muitos espinhos acabam afugentados.

Desta mostra saiu um único jardim. A cliente chegou na loja e disse, quero um jardim como a mesma proposta do evento que vocês fizeram no ano passado, quando ouvi aquilo fiquei muito feliz. Porém ela me disse! "Não quero pagar pela visita e nem pelo projeto, quero que você vá lá ver e me dê o orçamento", ela ainda ressaltou que acreditava no meu potencial. Disse a ela que seria impossível de ser feito sem um projeto, pois teria que quantificar os materiais, não é simplesmente olhar e fazer. Quando cheguei a sua residência me fez objeções dizendo que as plantas que eram de sua mãe não poderiam ser retiradas! No final tudo se resolveu, sem funcionário, tive que fazer tudo sozinho, uma loucura.


O jardim antes






O jardim depois

AuE Paisagismo: Você faz a implantação e manutenção de seus projetos? Existe alguma área em que tenha se especializado?

Ralpho Krum: Depende muito do cliente, até hoje não tive nenhum projeto feito que não tenha executado e mantido, é claro que depois de um tempo o cliente desiste de manter todo mês, então procuro dar prioridades dentro de custo mínimo necessário. Minha especialização foi no dia a dia, nas aulas praticas do curso aprendi a plantar, a executar, mas as manutenções foram na pratica mesmo, comprei uma máquina e comecei a fazer manutenções para os amigos, até que chegou um momento que o negócio cresceu, foi então que resolvi realizar o sonho de ser um paisagista empresário. Mas é na prática que a vida acontece! Depois de muitas experiências boas e ruins tive que tomar certas atitudes. Hoje me considero apenas um paisagista, jardinista, jardineiro, amante da natureza e colecionador de cactos, agaves, suculentas, orquídeas e algumas ornamentais e exóticas.

AuE Paisagismo: Como o paisagismo pode contribuir na qualidade de vida da população?

Ralpho Krum: De muitas maneiras:Hoje a população não se preocupa com isso, mas precisamos de mais parcelas permeáveis nas cidades, desta forma surgem mais paisagismos, o problema é que muitas pessoas acham que sabem fazer ou que estão fazendo paisagismo, mas o que se vê na realidade é outra coisa.

Paisagismo depende de uma série de fatores, primeiro de profissional habilitado, necessita de um conceito, de uma necessidade, de harmonia e de composição, tendo tudo isso a contribuição é muito maior.
As pessoas precisam entender que trazer a natureza para mais próximo do ser humano é trazer um momento de descanso, é tirar o stress do dia a dia, melhorando sua qualidade de vida.

As prefeituras precisam trazer isso de forma orgânica para as praças, usos mais simplificados, praças mais arejadas, iluminadas à noite, ciclovias e ciclofaixas arborizadas, só desta forma teremos mais qualidade de vida.

AuE Paisagismo: Qual o papel do paisagismo em um empreendimento imobiliário?

Ralpho Krum: Trazer o uso para o público de forma que este não prejudique suas entradas e caminhos, que não se coloque plantas que não são adequadas para tal destino.

O paisagismo precisa trazer sofisticação, requinte, momentos de relaxamento, precisar ter convívios, seja ele com vasos, com árvores ou com palmeiras.

AuE Paisagismo: Como você utiliza os softwares AutoLANDSCAPE e o PhotoLANDSCAPE.em seu dia-a-dia profissional? Quais as vantagens de usar os programas?

Ralpho Krum: As vantagens são imensas, como desenvolvo o software Auto Cad de 1998, tudo ficou mais fácil quando adquiri o AutoLANDSCAPE e o PhotoLANDSCAPE. Utilizo conforme a necessidade do meu cliente. Hoje ficou mais fácil, com o PhotoLANDSCAPE o cliente já visualiza o jardim como vai ficar no futuro.

Já com o AutoLANDSCAPE é muito mais fácil na hora de desenhar as formas do jardim, na quantificação das plantas e dos materiais a serem usados, não tem surpresas na hora da execução.

AuE Paisagismo: Dentre os projetos que você realizou, qual deles vocês destacaria? Conte-nos um pouco sobre este projeto

Ralpho Krum: Acho que um projeto de destaque é o que fiz para aMostra Master Casa - Arquitetura - Paisagismo - Design. A imprensa noticiou e enfatizou como um jardim nada convencional, ali estava lançado uma nova proposta de jardim. Nas fotos irei mostrar como era o jardim antes e suas etapas, durante as obras até sua execução e finalização.

Tudo foi milimetricamente pensado, projetado, iluminação, posição estratégicas dos vasos, caminhos, alinhamentos das pedras, fazendo contraste umas com as outras.

O tema é o Jardim Árido, com ele vem estilo e conceito. Estilo árido segue uma tendência de jardim mexicano, com muitos cactos e agaves e pouca manutenção. Já o conceito busca a sustentabilidade, para um jardim sustentável, pois o uso de água é quase zero. Mas lembrando de que é preciso manter a nutrição, afinal todos eles florescem e cada floração tem um mistério.

Além de estilo e conceito procurei desenvolver em um pequeno espaço formas orgânicas para um espaço que é um quadrado. Trouxe de um produtor em Holambra-SP variedades exóticas em espécies de suculentas, afinal todas são suculentas dentro de suas famílias. Cactáceae, agavaceae, aloes, euphorbiaceae e muitas outras.

Algumas delas são: Rosa do deserto que floresce boa parte do ano, mandacaru parafuso, mandacaru azul, mandacaru monstruoso, mandacaru sem palmeri, chichipe, Myrthilocactos, palmeiras de Madagascar, cabeça de frade, cristata, cactos bolas amarelos, vermelhos, azuis e anzol, para as agaves: agave palito, agave agulha, hórrida, pulquero, parrasana, ghiesbredtii, macroacantha, xylonacanta, parri truncata, vilmoriana, rainha vitória e agave vitória-regia a menor do gênero das agaves. Alguns aloés, estapelias e echeverrias.

Tudo isso foi um sonho realizado, e a partir deste trabalho tive a oportunidade de conhecer e ficar muito amigo de um profissional maravilhoso que é o Raul Cânovas.
Quando optei pelo estilo árido, tive que ir buscar produtores que fornecessem as plantas, pois queria fazer algo que impactasse as pessoas. Foi aí que entrei em contato com o Raul para que ele me indicasse um produtor. Entrei em contato com a produção do Gerardus Olstoorn e descobri que ele tem um ponto de distribuição no Ceasa de Campinas. Mas para minha maior felicidade o Raul fez uma viagem temática para Holambra-SP levando um grupo de profissionais e amantes da natureza para visitar dois produtores, um de cactos e outro de plantas de sombra, o R. Acosta.

A partir desta visita, descobri em mim a paixão pelos cactos e me tornei um colecionador. Voltei à produção de cactos e comecei a levar todas as espécies já selecionadas, foram quatro viagens ao todo, duas para Holambra e duas para Campinas.

O Jardim da Master Casa









RALPHO KRUM - PAISAGISTA

TENDÊNCIA VERDE - " DETALHES QUE FAZEM A DIFERENÇA "

AV. Senhor dos Passos, 1754, São Pedro, Juiz de Fora - MG
(32) 3231-1467 / 9988-9721 / 9106-9003 / 8886-1610

http://www.trilhaverdepaisagismo.blogspot.com.br/
Facebook: Nova Tendência vasos e plantas
Facebook: Tendencia Verde


Compartilhar:


Anterior Próximo

eBook: Planta baixa técnica x Planta humanizada em paisagismo

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



---
Entrevista
O Prof. Doutor Cristopher Fagg e o Projeto Reflora em Londres
O Prof. Doutor Cristopher Fagg e o Projeto Reflora em Londres

Um pequeno relato de sua história de vida na Europa, África e América do Sul em um trabalho voluntário admirável

Paisagista Ralpho Krum: sua carreira e o Jardim Árido
Paisagista Ralpho Krum: sua carreira e o Jardim Árido

As várias fases de sua carreira de Paisagista e a nova proposta de jardim, mais sustentável e prático

Dicas Técnicas
Opções de busca avançadas no Sistema AuE Paisagismo
Opções de busca avançadas no Sistema AuE Paisagismo

Conheça as diferentes opções de busca de plantas e itens no sistema AuE Paisagismo 2012.

AutoLANDSCAPE:Lembrar a escolha da representação
AutoLANDSCAPE:Lembrar a escolha da representação

Aprenda como definir a representação gráfica por item ou por tipo, de forma que a escolha fique salva no AutoLANDSCAPE

HydroLANDSCAPE: Configuração de tubos parte 2 - Configuração de Layer e Linha
HydroLANDSCAPE: Configuração de tubos parte 2 - Configuração de Layer e Linha

Veja como configurar os tubos para irrigação utilizando o HydroLANDSCAPE.

PhotoLANDSCAPE: Modificando sua Seleção
PhotoLANDSCAPE: Modificando sua Seleção

Depois de criar uma seleção é possível editá-la, modificando a posição de seus nós com uma ferramenta do PhotoLANDSCAPE. Veja como nesta matéria.

Notícias
Colômbia inaugura o "Green Medellin", o segundo jardim vertical mais alto do mundo
Colômbia inaugura o "Green Medellin", o segundo jardim vertical mais alto do mundo

Jardins Verticais são uma tendência mundial. Eles não são somente bonitos, eles podem trazer diversos benefícios à construção.

Fim do windows XP
Fim do windows XP

Descubra o que vai acontecer com o fim do Windows XP anunciado pela Microsoft.

O Celeiro do Juizo final está na Noruega
O Celeiro do Juizo final está na Noruega

O maior acervo de plantas agrícolas no mundo foi completado por sementes de 20 mil plantas, procedentes de 100 países.

Comemore o Dia da Terra com a NASA
Comemore o Dia da Terra com a NASA

A NASA construirá depois uma mega imagem que será divulgada em maio e que será um mosaico do nosso planeta.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 10 No 118 / Março de 2014

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*