Botânica para paisagistas: Afinal para que isto tudo ?

Autor: Arquiteto Guilherme Motta - Data: 22/10/2012



Nos últimos meses publicamos três artigos explicando as normas técnicas para entendimento e utilização correta da nomenclatura científica de plantas ornamentais.

* Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas I
* Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas II
* Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas III

Mas afinal, será que precisamos de tudo isto ?

Os desenhos de arquitetura são representações gráficas padronizadas e normatizadas pela ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas, graças a estes padrões e normas conseguimos entender o desenho realizado por profissionais dos diferentes estados brasileiros e graças a filiação da ABNT à convenções técnicas internacionais conseguimos entender perfeitamente desenhos feitos em outros países.

Não é possível se comunicar com uma construtora sem um desenho correto. Este é objetivo de das normas técnicas. Facilitar a comunicação precisa.

Recentemente precisamos trocar os coolers de alguns computadores aqui na empresa. Para ganhar tempo utilizamos o serviço de entrega por motoboy, então bastou ligar e informar "preciso de cooler para processador intel i7", pronto, um leigo normalmente pediria "preciso de uma ventuinha pro meu computador" e o vendedor não teria como atender ao pedido.

É perfeitamente viável cotar e comprar pelo telefone alguns metros de piso, tendo a especificação técnica específica, por exemplo: "preciso porcelanato portobello, brava bianco pol". Ao comprar vegetação, a precisão também é fundamental, como comprar exatamente a maranta desejada? Sem ir na loja?

Assim como ferramentas e desenhos técnicos são padronizados a nomenclatura das plantas também, pelos diversos órgãos como SNPC (registro de patente para cultivares), ICNCP (norma de nomenclatura para plantas cultivadas) e ICBN (código de nomenclatura botânica).

Nós, profissionais, precisamos nos comunicar de forma técnica, profissional. Tanto no desenho dos projetos, quanto na indicação das espécies, seguindo as normas vigentes.


Os livros do Harri Lorenzi tornaram possível esta comunicação (quem nunca falou algo como "abre o plantas ornamentais na página 155 é esta ?"), mas o assunto não está encerrado. A botânica é uma ciência que vem mudando e se aprimorando e muitos nomes científicos simplesmente mudaram, neste contexto um ambiente mais dinâmico como a internet facilita a atualização.

As melhores fontes científicas para obter o nome correto de plantas ornamentais são o the plant list (www.theplantlist.org) e o levantamento da Flora do Brasil feito pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro(http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2012/).

Mas ainda há outro complicador, as variedades naturais, os cultivares, os híbridos as formas. Para estes, não temos uma referência bibliográfica tão boa em Português. A bibliografia se limita a informar "existem dezenas de cultivares".

Normalmente os fabricantes de cultivares produzem variedades com características diferentes mais específicas do que somente a cor da flor. Existem cultivares que toleram temperaturas diferentes, que possuem porte diferente, etc. Estas informações, fornecidas pelo fabricante no seu catálogo de lançamento e no registro da patente no órgão regulador, garante ao técnico a informação correta.

Como foi apresentado nos artigos de botânica para paisagistas, a AuE Soluções está se empenhando em revisar o banco de dados do PaisagismoDigital (www.paisagismodigital.com) e a versão em espanhol PaisajismoYJardin (www.paisajismoyjardin.com) em conformidade com o APG III e também em função da nomenclatura de cultivares correta.

É muito comum, encontrar em publicações referências erradas ao cultivar, forma e/ou variedade das plantas. Quando uma planta é var. alba ou `Alba` ou mesmo quando a indicação alba está errada e o cultivar é `White` ? Onde verificar a informação correta ? Estamos trabalhando nisto.

Para encontrar o cultivar, além das sociedades específicas de cada gênero, como a International Hibiscus Society, o RHS - Royal Horticultural Society está compilando uma listagem de nomes de cultivares reconhecidos.

Página do site www.internationalhibiscussociety.org/


Perceba na imagem acima que, além das fotos de identificação mostrando diferença de cores, o site exibe dados como diferença do porte.

Com a ligação dos programas da AuE Soluções, AutoLANDSCAPE, PhotoLANDSCAPE e HydroLANDSCAPE, ao banco de dados dos portais PaisagismoDigital e PaisajismoYJardin pretendemos oferecer aos profissionais do setor a informação correta internacionalmente, isto é, o nome da planta no Brasil, em Portugal e em qualquer país do mundo.

Este projeto ambicioso, pretende auxiliar aos profissionais justamente a encontrar o nome aceito pelos órgãos internacionais e facilitar a comunicação entre compradores e fornecedores, a obter a especificação correta da vegetação.



Em breve teremos todo este material disponível para consulta nos sites e programas.


Compartilhar:


Anterior Próximo


Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: Rosiane Marins da Silva - Data: 04/11/2017 13:12:11

Quero me especializar em paisagismo


AuE Responde: Olá Rosiane, é uma bela carreira, com certeza! Procure um curso mais perto de você e sucesso!



2 - Autor: Ida Terron - Data: 08/12/2012 00:24:35

Eu estava relendo todas as matérias dessa sequência sobre botânica e gostaria de colocar duas perguntas para vocês. Não é necessário responder, mas é mais para reflexão da equipe. Vocês tem parcerias com todos os Jardins Botânicos do Brasil ? E, Tem ideia de quantas pessoas existem no Brasil e principalmente fora que conhecem a nossa flora e de diversos outros países em continentes diferentes, e estou falando de especialistas, colecionadores, abnegados a estudar uma determinada família etc que poderiam ser viáveis como parceiros de vocês? Também estou falando de pessoas que tem conhecimento como se acadêmicos fossem tal o grau de informações e estudos que acumulam , como também os acadêmicos e finalmente os populares que não limitam seus conhecimentos somente em nomes vernáculos, por exemplo, mas, vão muito mais além. Eu entendo bem as dificuldades citadas por todos, comecei 12 anos antes que o Guilherme e nada havia de nada. Mal sabiam os brasileiros o que era paisagismo e para que. Quando entendiam se limitavam a categoria de jardinagem. Imaginem então eu, na época, comprando mudas de produtores japoneses na região de Suzano, ou Jacareí... Confesso que nós mesmos "batizamos" algumas espécies para nos entendermos. Eu estava iniciando como arquiteta paisagista, após pedir demissão da prefeitura para estudar e estudar muito botânica para complementar o que eu iria fazer ..... o que eu gostava e me sinalizou como caminho na minha vida a ser percorrido. Conheci Harri labutando com o primeiro livro e pé de barro das expedições, conheci Burle Marx vibrante com suas criações, conheci Samuel Jorge um conhecedor quase inigualável, da flora, e do qual adquiri de seu viveiro muitas espécies raras para mim. E esse pessoal tem colaboradores. Aqui e fora. Então, acredito que o assunto evoluiu, e em tecnologia vocês estão ótimos até aqui para fazer o banco de dados, o que está faltando é uma "rede" de colaboradores ou parceiros. Pensem nisso e sucesso.


AuE Responde: Agradecemos seu interesse e sua sugestão muito valiosa! E parabéns pelo belo trabalho que realiza!!



3 - Autor: Martina - Data: 25/10/2012 07:45:48

Parabéns pela idéia e pelo trabalho ! Att




Botânica
Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas III
Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas III

Entenda a variação da nomenclatura botânica para cultivares, híbridos, forma e variedades.

Botânica para paisagistas: Afinal para que isto tudo ?
Botânica para paisagistas: Afinal para que isto tudo ?

Botânica para paisagistas: Afinal para que isto tudo ? Entenda porque devemos utilizar corretamente a nomenclatura científica das plantas ornamentais

Dicas Técnicas
PhotoLANDSCAPE 2012: Sua melhor forma de comunicação com o cliente
PhotoLANDSCAPE 2012: Sua melhor forma de comunicação com o cliente

Veja nesta materia a evolução das fotos de plantas do PhotoLANDSCAPE 2012

CalcLANDSCAPE 2012: Orçamento de paisagismo e irrigação
CalcLANDSCAPE 2012: Orçamento de paisagismo e irrigação

Conheça a nova forma de gerar orçamentos com o AutoLANDSCAPE 2012.

HydroLANDSCAPE 2012: Agilidade e Confiança
HydroLANDSCAPE 2012: Agilidade e Confiança

Conheça mais sobre o HydroLANDSCAPE 2012 e seu novo filtro de busca.

Novidades
Concreto Decor disponibiliza seus móveis no Paisagismo Digital e AuE Network
Concreto Decor disponibiliza seus móveis no Paisagismo Digital e AuE Network

Conheça os novos itens disponíveis para download no AuE Network. Mobiliários da ConcretoDecor.

Notícias
Dia Nacional do Paisagista
Dia Nacional do Paisagista

Homenagem ao Dia Nacional do Paisagista no Brasil.

Congresso de Paisagismo FestFlor Brasil - 2012
Congresso de Paisagismo FestFlor Brasil - 2012

1o Congresso de Paisagismo Fest Flor Brasil é realizado na 3a FestFlor, feira do segmento de flores e paisagismo nos dias 04 a 07 de outubro de 2012.

Fiaflora 2012, mais um ano de sucesso
Fiaflora 2012, mais um ano de sucesso

Veja como foi a Fiaflora 2012, maior e mais importante evento do segmento de paisagismo e jardinagem da América Latina.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 9 No 100 / Setembro de 2012

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*