SETEMBRO: Os segredos do florescimento

Autor: Marinês Eiterer - Bióloga - Data: 05/01/2007

As primeiras angiospermas (ou plantas com flores) surgiram há uns 130 milhões de anos. Cerca de 230 mil espécies diferentes de angiospermas já foram formalmente descrita e nomeadas pelos botânicos. Assim como ocorre com os seres humanos, as plantas também passam por fases ou estágios de desenvolvimento.

Nas plantas, no entanto, as mudanças de fase não provocam alterações em todo o corpo do organismo, mas apenas em certas regiões, notadamente no ápice do caule, onde está localizado o meristema apical "1". O ápice do caule passa por três fases: juvenil, vegetativa e reprodutiva. É na fase reprodutiva que a planta passa a produzir flores. A flor nada mais é do que um ramo de crescimento efêmero, ornado com "folhas especiais" que servem para a reprodução sexuada - i.e., a produção de descendentes geneticamente distintos. Mas o que faz com que uma planta floresça, passando assim da juvenilidade para a maturidade?

A floração é um evento complexo. Sob determinadas circunstâncias, a planta recebe um sinal de que está na hora de florescer. Esse sinal pode ser de origem interna (da própria planta) ou externa (do ambiente em que a planta cresce). Os sinais internos podem ter a ver com a idade, tamanho ou número de folhas que a planta sustenta. Os sinais externos mais comuns são o comprimento do dia (fotoperiodismo "2") ou a temperatura (vernalização "3").

As folhas e raízes são os órgãos normalmente envolvidos com o reconhecimento desses sinais. O sinal adequado induz a planta a produzir determinada resposta, que pode ser traduzida por uma aumento na concentração de um ou outro sinalizador químico. Quando chega no lugar apropriado - no caso, o ápice caulinar -, o sinalizador químico termina evocando "4" a floração. Uma planta pode precisar de mais de um sinal, mais de uma resposta química e percorrer vários caminhos até conseguir evocar a floração. Quando a evocação ocorre, o meristema apical deixa de produzir folhas e passa então a produzir flores.

Até as primeiras décadas do século 20, acreditava-se na existência de um "florígeno", uma substância que induziria qualquer planta a florescer. Hoje sabemos que não existe um florígeno ou um anti-florígeno universal; ao contrário, sabemos que há vários inibidores e promotores (o etileno promove a floração do abacaxi) e, vários caminhos até a floração. Não é de estranhar; afinal, as angiospermas colonizaram e se reproduzem nos mais diversos hábitats do planeta.

Algumas plantas ornamentais são comercializadas floridas, a despeito da época do ano, como é o caso de crisântemos (Dendranthema grandiflorum), calânchoes (Kalanchoe blossfeldiana), poinséteas (Euphorbia pucherrima) e íris (Neomarica caerulea). Isso, no entanto, só é possível por causa de pesquisas que buscam descobrir os segredos do florescimento, permitindo assim recriar de forma artificial as condições necessárias para evocar a floração dessas espécies durante todo o ano.

Notas:
1- Sobre meristema apical, ver artigo "Beleza que não se vê".
2- As plantas reconhecem e respondem a diferenças no comprimento do dia (dias longos e noites curtas no verão contra dias curtos e noites longas no inverno), por isso algumas plantas florescem no inverno e outras no verão.
3- Algumas plantas precisam receber baixas temperaturas por um período para florescerem.
4- Evocação e um termo semelhante a induzir, mas nesse caso refere-se a mudanças no ápice caulinar que provocam a produção de flores.


Compartilhar:


Anterior Próximo

 eBook: 5 Dicas sobre Paisagismo Comestível

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: Honorato de Sousa - Data: 18/01/2010

a matéria fazoa abordagem técnica. Gostaria, no entanto de saber o que fazer para estimular a floração da Neomarica caerulea, uma vez que apresentam bom vigor vegatativo?



2 - Autor: Cecilia Campos Cordeiro de Amaral - Data: 17/03/2008

A matéria foi consistente mas ainda preciso saber o que devo fazer para o meu jasmin estrela floresça?Ele cresceu bastante mas nunca deu uma flor. Ajude-me!!!




Entrevista
Botânica
Dicas Técnicas
Novidades
Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 3 No 31 / Dezembro de 2006

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*