Cientistas desvendam truque de plantas

Autor: Regina Motta - Data: 12/10/2015

Cientistas britânicos conseguiram desvendar o truque usado por uma planta carnívora, a planta-jarro, que aproveita gotas de chuva para derrubar formigas e devorá-las.

A equipe, da Universidade de Bristol, descobriu que as gotas de chuva desencadeiam vibrações muito rápidas na folha da parte de cima da planta, que funciona como uma espécie de tampa para a parte de baixo. Esta tem formato de jarro e é onde as presas acabam caindo.



As vibrações derrubam as formigas da folha de cima para a folha em formato de jarro, onde elas serão consumidas pelos sucos digestivos da planta.

A descoberta, publicada na revista especializada PNAS, foi feita graças a câmeras especiais, que captam movimentos em alta velocidade, e laser para medir as vibrações.

Usando esses instrumentos, Ulrike Bauer, a pesquisadora que liderou o estudo, e seus colegas conseguiram registrar movimentos extremamente rápidos na folha da parte de cima, depois que ela foi atingida por uma gota de chuva.

"Uma gota de chuva atinge a superfície (da folha) e isso faz ela se mover para baixo, rapidamente. Por causa da propriedade elástica (de mola), a folha se move até um certo ponto e então pula de volta", disse. "Há uma oscilação, muito parecida com o que acontece quando você coloca uma régua na ponta da sua mesa e empurra a ponta para baixo com o dedo."

Esse movimento é único entre as plantas, segundo Bauer. Em parte devido à velocidade, que facilmente ultrapassa a de outras plantas carnívoras que também fazem manobras para prender insetos. E em parte por causa da forma que explora uma fonte de energia externa.

"Ter um movimento rápido em uma planta já é diferente, mas ter movimento rápido no qual a planta não precisa gastar nenhuma energia - que só requer que a planta construa a estrutura - é algo surpreendente", disse a cientista.

A descoberta coloca essa planta carnívora, a Nepenthes gracilis, em uma categoria própria: ela não se encaixa entre as plantas carnívoras "ativas", aquelas que se fecham em volta do inseto, e nem entre as carnívoras "passivas".

Um fator importante para a armadilha da planta-jarro funcionar é a rigidez da folha da parte de cima. Quando a equipe estudou outras espécies, que capturam formigas usando apenas a borda escorregadia de sua armadilha, descobriu que a folha que funcionava como tampa era mais flexível.

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/10/151006_planta_carnivora_truque_fn


Compartilhar:


Anterior Próximo

O guia traz diversas dicas para profissionais que desejam se destacar no mercado de paisagismo

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



---
Entrevista
Entrevista: Arquiteta Paisagista Patrícia Palloni
Entrevista: Arquiteta Paisagista Patrícia Palloni

Acredito ser muito importante a união de Arquitetos Paisagistas e Engenheiros Agrônomos, pois os conhecimentos das duas áreas se completam,

Dicas Técnicas
PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - parte 1 de 3
PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - parte 1 de 3

Veja tutorial de desenvolvimento de fotomontagem, passo-a-passo, com o PhotoLANDSCAPE 2016

LandMANAGER 2016: Trabalhando com Calendários
LandMANAGER 2016: Trabalhando com Calendários

Veja como trabalhar com calendários no LandMANAGER 2016.

AutoLANDSCAPE - Montando a prancha no PaperSpace
AutoLANDSCAPE - Montando a prancha no PaperSpace

Veja como montar a prancha no paperspace usando o AutoLANDSCAPE 2016 e o AutoCAD

HydroLANDSCAPE 2016 - Encontrando objetos desconectados no projeto
HydroLANDSCAPE 2016 - Encontrando objetos desconectados no projeto

Veja como encontrar objetos desconectados no projeto de irrigação feito com o HydroLANDSCAPE

Notícias
Cientistas desvendam truque de plantas
Cientistas desvendam truque de plantas

Cientistas britânicos desvendam o truque usado por uma planta carnívora, que aproveita gotas de chuva para derrubar formigas e devorá-las.

ONU premia indígenas brasileiros por proteção ao meio ambiente
ONU premia indígenas brasileiros por proteção ao meio ambiente

Os ganhadores deste prêmio Equator são um pequeno grupo de projetos e iniciativas inspiradoras ao redor do mundo.

Jardins históricos brasileiros, ricos mas desconhecidos
Jardins históricos brasileiros, ricos mas desconhecidos

A tese de doutoramento da historiadora Cristiane Maria Magalhães faz inventário do Patrimônio Paisagístico do Brasil

Paisagismo Auxiliado por computador no  II Simpósio de Ecopaisagismo e Floricultura
Paisagismo Auxiliado por computador no II Simpósio de Ecopaisagismo e Floricultura

Notícias do II Simpósio de Ecopaisagismo e Floricultura no Anfiteatro do Centro de Ciências Agrárias (CCA) UFSCar

Portugal: Pousada do Palácio de Estoi acolhe Feira de Jardinagem Mediterrânica
Portugal: Pousada do Palácio de Estoi acolhe Feira de Jardinagem Mediterrânica

Nos jardins da Pousada do Palácio de Estoi, Faro, a 7.ª edição da Feira de Jardinagem Mediterrânica, agendada para dia 7 de novembro

Tribos Brasileiras desistem dos Jogos Mundiais dos Povos Índígenas
Tribos Brasileiras desistem dos Jogos Mundiais dos Povos Índígenas

As etnias Kraô e Apinajé e os guaranis-kaiowás se recusam a participar dos jogos mundiais em Palmas Tocantins

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 12 No 136 / Setembro de 2015

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Projeto em um sítio

ALESSANDRA VILLELA PAISAGISMO LTDA - ME

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp +55 (27) 99298-2445

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*