Cientistas desvendam truque de plantas

Autor: Regina Motta - Data: 12/10/2015

Cientistas britânicos conseguiram desvendar o truque usado por uma planta carnívora, a planta-jarro, que aproveita gotas de chuva para derrubar formigas e devorá-las.

A equipe, da Universidade de Bristol, descobriu que as gotas de chuva desencadeiam vibrações muito rápidas na folha da parte de cima da planta, que funciona como uma espécie de tampa para a parte de baixo. Esta tem formato de jarro e é onde as presas acabam caindo.



As vibrações derrubam as formigas da folha de cima para a folha em formato de jarro, onde elas serão consumidas pelos sucos digestivos da planta.

A descoberta, publicada na revista especializada PNAS, foi feita graças a câmeras especiais, que captam movimentos em alta velocidade, e laser para medir as vibrações.

Usando esses instrumentos, Ulrike Bauer, a pesquisadora que liderou o estudo, e seus colegas conseguiram registrar movimentos extremamente rápidos na folha da parte de cima, depois que ela foi atingida por uma gota de chuva.

"Uma gota de chuva atinge a superfície (da folha) e isso faz ela se mover para baixo, rapidamente. Por causa da propriedade elástica (de mola), a folha se move até um certo ponto e então pula de volta", disse. "Há uma oscilação, muito parecida com o que acontece quando você coloca uma régua na ponta da sua mesa e empurra a ponta para baixo com o dedo."

Esse movimento é único entre as plantas, segundo Bauer. Em parte devido à velocidade, que facilmente ultrapassa a de outras plantas carnívoras que também fazem manobras para prender insetos. E em parte por causa da forma que explora uma fonte de energia externa.

"Ter um movimento rápido em uma planta já é diferente, mas ter movimento rápido no qual a planta não precisa gastar nenhuma energia - que só requer que a planta construa a estrutura - é algo surpreendente", disse a cientista.

A descoberta coloca essa planta carnívora, a Nepenthes gracilis, em uma categoria própria: ela não se encaixa entre as plantas carnívoras "ativas", aquelas que se fecham em volta do inseto, e nem entre as carnívoras "passivas".

Um fator importante para a armadilha da planta-jarro funcionar é a rigidez da folha da parte de cima. Quando a equipe estudou outras espécies, que capturam formigas usando apenas a borda escorregadia de sua armadilha, descobriu que a folha que funcionava como tampa era mais flexível.

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/10/151006_planta_carnivora_truque_fn


Compartilhar:


Anterior Próximo

O guia traz diversas dicas para profissionais que desejam se destacar no mercado de paisagismo

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



---
Entrevista
Entrevista: Arquiteta Paisagista Patrícia Palloni
Entrevista: Arquiteta Paisagista Patrícia Palloni

Acredito ser muito importante a união de Arquitetos Paisagistas e Engenheiros Agrônomos, pois os conhecimentos das duas áreas se completam,

Dicas Técnicas
AutoLANDSCAPE - Montando a prancha no PaperSpace
AutoLANDSCAPE - Montando a prancha no PaperSpace

Veja como montar a prancha no paperspace usando o AutoLANDSCAPE 2016 e o AutoCAD

HydroLANDSCAPE 2016 - Encontrando objetos desconectados no projeto
HydroLANDSCAPE 2016 - Encontrando objetos desconectados no projeto

Veja como encontrar objetos desconectados no projeto de irrigação feito com o HydroLANDSCAPE

LandMANAGER 2016: Trabalhando com Calendários
LandMANAGER 2016: Trabalhando com Calendários

Veja como trabalhar com calendários no LandMANAGER 2016.

PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - parte 1 de 3
PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - parte 1 de 3

Veja tutorial de desenvolvimento de fotomontagem, passo-a-passo, com o PhotoLANDSCAPE 2016

Notícias
Cientistas desvendam truque de plantas
Cientistas desvendam truque de plantas

Cientistas britânicos desvendam o truque usado por uma planta carnívora, que aproveita gotas de chuva para derrubar formigas e devorá-las.

Jardins históricos brasileiros, ricos mas desconhecidos
Jardins históricos brasileiros, ricos mas desconhecidos

A tese de doutoramento da historiadora Cristiane Maria Magalhães faz inventário do Patrimônio Paisagístico do Brasil

ONU premia indígenas brasileiros por proteção ao meio ambiente
ONU premia indígenas brasileiros por proteção ao meio ambiente

Os ganhadores deste prêmio Equator são um pequeno grupo de projetos e iniciativas inspiradoras ao redor do mundo.

Paisagismo Auxiliado por computador no  II Simpósio de Ecopaisagismo e Floricultura
Paisagismo Auxiliado por computador no II Simpósio de Ecopaisagismo e Floricultura

Notícias do II Simpósio de Ecopaisagismo e Floricultura no Anfiteatro do Centro de Ciências Agrárias (CCA) UFSCar

Portugal: Pousada do Palácio de Estoi acolhe Feira de Jardinagem Mediterrânica
Portugal: Pousada do Palácio de Estoi acolhe Feira de Jardinagem Mediterrânica

Nos jardins da Pousada do Palácio de Estoi, Faro, a 7.ª edição da Feira de Jardinagem Mediterrânica, agendada para dia 7 de novembro

Tribos Brasileiras desistem dos Jogos Mundiais dos Povos Índígenas
Tribos Brasileiras desistem dos Jogos Mundiais dos Povos Índígenas

As etnias Kraô e Apinajé e os guaranis-kaiowás se recusam a participar dos jogos mundiais em Palmas Tocantins

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 12 No 136 / Setembro de 2015

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Projeto Firenze

Angela Cristina Herberts Haag

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*