Gustaaf Winters fala sobre o ensino de paisagismo

Autor: Anita Cid - Data: 07/12/2007

Gustaaf Winters nasceu em Bergh, na Holanda. É Biólogo graduado pela Unesp de Rio Claro, especializado em Paisagismo na Holanda. Foi paisagista do Parque Ecológico Tietê em São Paulo(1978 - 1983); Assistente Técnico do Secretário de Obras e Meio Ambiente (1983 - 1985); Diretor Técnico do Parque ecológico Tietê em São Paulo(1988 - 1995); Coordenador do Programa "Somando Verde", da Secretaria de Rec. Híd, San. e Obras de São Paulo (1985 - 1995); Consultor de diversas prefeitura, dentre eles a de Vinhedo, SP. Também é autor de mais de 980 projetos paisagísticos já inaugurados em diversos municípios. Participação no Paisagismo do Aeroporto Internacional de São Paulo, Cumbica-Guarulhos. Diretor-Presidente do Centro Paisagístico "Gustaaf Winters" desde 1991. Título de especialização em Paisagismo dado pelo CRBio em 1996. Consultor e colaborador das Revistas: Natureza e Paisagismo. Na foto acima,Gustaaf Winters.

Aue Soluções: Como é o curso que o senhor ministra?

Gustaaf: Ministramos basicamente 3 cursos: "Básico de Jardinagem e Manutenção", com um dia e meio de exposição teórica e meio dia de prática; "Manejo em Áreas Verdes", com carga horária de 26 horas, direcionado às administrações municipais e futuros consultores em parques e jardins; e nosso carro chefe, "Curso Avançado de Paisagismo", com 35 horas-aula, destinado para engenheiros, agrônomos, arquitetos, etc. A programação pode ser conferida no nosso site centropaisagistico

Aue Soluções: Por que criou estes cursos?

Gustaaf: Na verdade foi uma promessa que um mendigo me fez fazer, quando estava na pior, numa noite em Nice-França, quando ainda era estudante. Estava com febre, sem comer e procurando um abrigo. Depois que ele e eu contamos a nossa história, ele me indicou um albergue, desde que eu prometesse à ele que tudo que eu aprenderia, seria passado para muita gente. Na volta ao Brasil, fui selecionado num concurso, para trabalhar no projeto do Parque Ecológico do Tietê (de Burle Marx e de Rui Othake). De lá participei do projeto e implantação do Aeroporto de Guarulhos. Mas não deixava de pensar na promessa feita ao mendigo. Quando fui convidado a assessorar um secretário estadual de meio ambiente consegui cumprir a promessa. Saí pelo Estado de São Paulo para treinar jardineiros das prefeituras. Era um dos primeiros cursos de jardinagem em 1980. Só que vinham todos no curso: menos jardineiros. Tive que melhorar o nível para atender os arquitetos e os agrônomos e paisagistas. Daí nasceu o Curso de Manejo em Áreas Verdes. O Curso Avançado de Paisagismo nasceu depois que me demiti do cargo de assessor, em 1990. E o de jardinagem, veio depois, para atender um outro público.

AuE Soluções: Atualmente, no Brasil, ainda não existe uma graduação destinada a formação do profissional paisagista. O senhor acha necessário a criação de um curso de paisagismo?

Gustaaf: Está mais do que na hora. Pelo menos as apostilas dos meus cursos seriam menos copiadas.

AuE Soluções: Na sua opinião, quais são as melhores opções para os paisagistas adquirirem mais formação teórica?

Gustaaf: Hoje em dia, no Brasil, quem quiser ser um bom paisagista, teria que se matricular num curso de Arquitetura, depois num de Agronomia. Com esses dois diplomas na mão teria que se matricular numa faculdade de Biologia, depois Geografia, depois Ecologia... Não poderá esquecer de fazer Psicologia e Marketing: tem tudo a ver também. Isso pra ser autônomo. Se quiser abrir uma empresa fazer ainda um Curso Técnico de Administração.

AuE Soluções: O senhor acha que as diversas feiras realizadas pelo Brasil contribuem para esta formação? Em que estas feiras contribuem para os estudantes da área?

Gustaaf: Há 10 anos atrás nem isso tinha, né? Hoje temos a FIAFLORA, em SP... GARDEN FAIR, em Holambra. São boas oportunidades para se reciclar, obter novas ou velhas informações.

AuE Soluções: Qual a avaliação que o senhor faz da formação acadêmica dos paisagistas brasileiro?

Gustaaf: Poucos são os cursos superiores que preparam o profissional para o mercado de trabalho: isso vale para todas as especialidades profissionais. Imagina Paisagismo então! Os que se tem destacado, no paisagismo brasileiro, são aqueles que "ralaram" muito. Estudaram em casa, viajaram, fizeram cursos complementares aqui e lá fora e,por fim: fizeram muitos jardins. Em cada jardim aprenderam uma coisa nova. Erraram muito mas, aprenderam tanto que hoje seus jardins são verdadeiras grifes.

AuE Soluções: O senhor acha que com os avanços tecnológicos haverá maior necessidade de formação profissional?

Gustaaf: Como disse Fernando Chacel, num dos congressos da FIAFLORA, repetindo as palavras de um filósofo mexicano:..." Daqui a pouco, vão existir dois tipos de pessoas: os mais rápidos e os mais lentos". principalmente nessa área. A tecnologia vem para ajudar o paisagista a ser mais rápido e mais exato.

AuE Soluções: O senhor acha que a profissão de paisagista deveria ser regulamentada?

Gustaaf: São mais de 400 profissões aguardando reconhecimento e regulamentação. Paisagismo é apenas mais um deles. E no andar da carroça, deve ser uma das últimas prioridades, já que para alguns, essa discussão está encerrada.

Para conferir outra entrevista de Gustaaf Winters na reveista AuE Soluções entrevista

Veja abaixo alguns projetos de Gustaaf Winters publicados em nosso site:

  • Projeto: Paisagismo da Av Prestes Maia - Campinas - S.P
    Entrevista com autor: Paisagista Gustaaf Henricus Maria Winters
    Data de publicação: 09/05/2005
  • Projeto: Paisagismo Residencial Unifamiliar
    Entrevista com autor: Paisagista Gustaaf Henricus Maria Winters
    Data de publicação: 28/09/2007

  • Compartilhar:


    Anterior Próximo

    Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

    Comentar
    Nome:
    E-mail:
    Comentário:
    Avalie está matéria:



    1 - Autor: Maria Zelia Freire Viana(Zelia Viana) - Data: 13/12/2012 19:58:14

    Prof. em 2006 fui sua aluna, curso manejo de áreas verdes, sou de Acarau-Ce . Atualmente estou trabalhando na área de paisagimo, dou graças a Deus pelo meu curso.



    2 - Autor: Cleber Fernandes Ribeiro - Data: 10/07/2008

    otimo meu nome é cleber tenhu 17 anos tenhu uma vontade enorme de ser um
    grande Paisagista sei q um dia serei um grande paisagista parabéns
    pelo seu trabalho.



    3 - Autor: Samuel Ferreira - Data: 17/01/2008

    Quero só trazer a discução o tema referente a curso de graduação em Paisagismo. Sou Biólogo, fui aluno de Gustaf Winters em 1998, e trabalho na área a 10 anos. Leio matérias sobre paisagismo em revistas livros e periódicos e sempre se questiona sobre a inexistência do curso de graduação em paisagimso, o que vem sendo mencionado nesta coluna. Será que vocês não conhecem a existência da Faculdade de Composição Paisagística da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ, do qual fui aluno em 2003 e me transferi para a Biologia , na mesma isntituição? É um curso de graduação que existe desde 1977. Nunca ouvi sequer ser mencionado uma só palavra sobre esse curso.



    4 - Autor: ROSEMERI - Data: 09/12/2007

    tIVE UM PALESTRA NA GARDEM FAIR E COM CETEZA GUSTAVO FOI BRILHANTE EM ABRIR NOSSA CABEÇAS EM RELAÇÃO AS PRAÇAS. ROSE BARRA MANSA-RJ



    5 - Autor: Fabiano - Data: 08/12/2007

    Adorei a enrevista de Gustaaf. O texto esta otimo, facil de entender.




    Entrevista
    Dicas Técnicas
    Notícias
    Arquivo
    Edição Anterior

    Revista AuE Paisagismo Ano 4 No 42 / Novembro de 2007

    Conteúdo completo

    Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

    Top 10

    Matérias mais comentadas da revista

    Projetos
    Jardim de Pedra

    Paisagista Osmar da Silva e Paulo Henrique Góes

    Lista de Projetos

    Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

    Top 10 de Projetos

    Lista com 10 projetos mais comentados

    Agenda
    Agenda

    Agenda de Eventos de Paisagismo

    Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

    X

    Revista gratuita AuE Paisagismo


    Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




    Revista no seu E-mail

    *
    *
    *