HydroLANDSCAPE: Definindo a bomba

Autor: Davi - Data: 15/02/2013



Ao iniciar um projeto de irrigação, o primeiro passo do projetista é definir se irá utilizar uma bomba ou a água fornecida pelo Hidrômetro (em Portugal, medidor).

Neste artigo vou destacar como é o processo em um projeto onde definimos a origem no final do processo. Vamos considerar a irrigação de uma residência, onde iniciamos distribuindo aspersores.

O próximo passo será setorizar, e para isto o HydroLANDSCAPE exige que a origem, esteja pelo menos posicionada no projeto. Vamos clicar na barra do HydroLANDSCAPE na opção Origem.



Na tela de inclusão de origens vamos selecionar a opção Bomba e em seguida, marcar a opção Dimensionar depois (vamos inserir a origem sem definir os valores de pressão e vazão, para utilizar os valores que serão gerados pelos cálculos hidráulicos do programa). Ao clicar no botão Incluir, será necessário posicionar a origem no projeto.

Com a posição da origem definida, é possível concluir o projeto, traçando as tubulações e calculando, como foi mostrado na matéria Dimensionamento hidráulico

Para analisar o circuito e calcular as linhas lateral e principal, vamos clicar no botão Dimensionar e em seguida utilizar os botões Circuito > Calcular LL > Calcular LP.



Após calcular o projeto, o HydroLANDSCAPE irá destacar a origem para informar os valores necessários obtidos pelo cálculo. Neste ponto, basta clicar na origem para obter os dados de pressão e vazão necessários na bomba. Veja na tela abaixo:



Perceba que do lado direito da tela mostrada acima existe uma opção Troca. É este botão que vamos utilizar para definir a bomba que será utilizada neste projeto.



Ao clicar no botão Troca, uma tela é apresentada com com um desenho explicativo na parte de cima. Logo abaixo nós podemos encontrar algumas opções, dentre elas a informação da pressão na irrigação, que será utilizado para chegarmos na Altura Manométrica Total (AMT).

Vamos preencher os 3 campos necessários para que o programa calcule o AMT:


  • O Primeiro campo é a altura de sucção (h2), que é o comprimento do cano utilizado para puxar a água do reservatório. Neste exemplo utilizamos 3 mca.


  • O segundo campo é a altura complementar (h1), que é o comprimento do cano que liga a bomba ao circuito. No exemplo utilizamos 4 mca.


  • Para finalizar, será necessário preencher o comprimento total do tubo, que será a soma do comprimento do tubo de sucção e do complementar, que neste caso é 7.


Por fim, o programa exibe AMT no canto inferior esquerdo da tela. Vamos clicar em Avançar.



A tela mostrada acima exibe um detalhado catálogo de bombas, e o mais importante, como o programa calculou a altura manométrica, ele cria um filtro automático sugere uma lista de bombas que vão funcionar em seu projeto.

Depois de selecionar a bomba com a performance desejada, basta clicar em incluir para que a bomba seja inserida no projeto.



Obs.: Será necessário analisar o circuito e calcular as linhas para obter as informações corrigidas.


Compartilhar:


Anterior Próximo

Softwares para paisagismo e irrigação.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: celso marinho - Data: 22/08/2013 15:56:48

Troquei com segurança a bomba centrifuga do meu projeto




Entrevista
Paisagista Simone Ribeiro Silva e a Escola de Paisagismo de Brasília
Paisagista Simone Ribeiro Silva e a Escola de Paisagismo de Brasília

Iniciou suas atividades como Curso de Extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UnB em 1997

Botânica
Compositae: a maior família dentre as Angiospermas Eudicotiledôneas
Compositae: a maior família dentre as Angiospermas Eudicotiledôneas

Conheça a maior família botânica de Angiospermas Eudicotiledôneas.

Dicas Técnicas
HydroLANDSCAPE: Definindo a bomba
HydroLANDSCAPE: Definindo a bomba

Artigo mostrando como definir a bomba do sistema de irrigação com o HydroLANDSCAPE 2012

PhotoLANDSCAPE: Facilidade de criar novos mapas
PhotoLANDSCAPE: Facilidade de criar novos mapas

Crie novos mapas de seus itens inseridos no banco de dados do PhotoLANDSCAPE a partir dos existentes em poucos passos.

AutoLANDSCAPE: Controle de desenhos
AutoLANDSCAPE: Controle de desenhos

Aprenda alterar os desenhos representativos dos itens de paisagismo no AutoLANDSCAPE 2012

Novidades
6º Simpósio Internacional de Paisagismo - UFLA
6º Simpósio Internacional de Paisagismo - UFLA

6º Simpósio Internacional de Paisagismo

FEICON BATIMAT: 19° salão internacional da construção
FEICON BATIMAT: 19° salão internacional da construção

Este mês a AuE Software participou do 19° salão internacional da construção

Notícias
Jogos Indígenas em Cuiabá garantem integração com meio ambiente
Jogos Indígenas em Cuiabá garantem integração com meio ambiente

O evento, que acontece a cada dois anos e deverá ser disputado em agosto no Jardim Botânico, na comunidade Sucuri

Painel Energia Eólica + Construção Civil em Fortaleza

Excelente oportunidade para conhecer as inovações e um balanço do mercado de energia eólica na América do Sul

Duas novas plantas da Mata Atlântica descobertas e identificadas
Duas novas plantas da Mata Atlântica descobertas e identificadas

Duas espécies de plantas descobertas na Mata Atlântica no Paraná e identificadas

Simplificado o registro de cultivares de plantas ornamentais
Simplificado o registro de cultivares de plantas ornamentais

Acordo visa simplificar o processo de Registro Nacional de Cultivares de plantas ornamentais.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 9 No 105 / Fevereiro de 2013

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*