RSS

Revista Paisagismo


Revista
AuE Paisagismo Digit@l

Paisagismo Auxiliado por Computador

ISSN 1982-8969
Publicação mensal - Ano 3 Número 33 / Fevereiro de 2007



Botânica
A revolução das plantas secas


Dicas Técnicas
O recurso de lixeira no PhotoLANDSCAPE
 
CAD e AutoLANDSCAPE: Como alterar a escala do desenho


Novidades
Eduardo Barra é reeleito na ABAP
 
AuE Soluções em recesso no Carnaval
 
Concurso internacional premia projetos de paisagismo


Carta dos leitores
Comentários sobre as matérias


Edições Anteriores
Edição Anterior: Ano 3 Número 32 / Janeiro de 2007

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 - Matérias


Blog Paisagismo Digital
Floresta vertical em Milão: exemplo de tecnologia sustentável25/08/2015 - Regina Motta
Paisagismo de sonho no Caminho de Santiago de Compostela (Parte I)18/08/2015 - Solimar Laterça
Burle Marx, o artista da paisagem04/08/2015 - Marcos Cocco
Projetos

Projeto Hotel Quality
13/03/2015 - Paulo Castellano
 
Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l
 
Top 10 - Projetos


Agenda
Iberflora 2015 - La Feria Internacional de la Planta y Flor, Jardinería, Tecnología y Bricojardín30/09/2015 - 02/10/2015


 
Envie sua matéria
Você pode contribuir com a revista. Preencha o formulário abaixo para sugerir uma matéria.
Seu nome:

Seu e-mail:

Matéria:


Dicas Técnicas


CAD e AutoLANDSCAPE: Como alterar a escala do desenho
Autor: Autor: Arq. Paulo Eduardo Bracher Jr. - Data: 02/02/2007


Os programas de CAD possuem 2 áreas de trabalho: o Model Space, que é o local onde desenhamos e o Paper Space que é onde preparamos as pranchas para a impressão. O Paper Space é também chamado de Layout. Podemos ter, num único desenho, vários layouts e, conseqüentemente, várias pranchas para os mais diferentes objetivos.

O ideal é desenhar em escala 1:1, ou seja, 1unidade de desenho = 1m. Se vamos fazer um canteiro retangular de 1x3 metros desenhamos, então, um retângulo de 1x3 unidades de desenho (Drawing Units). Não faz sentido desenhar em cm ou mm, a não ser que a pessoa goste de apertar a tecla "0" (em mm, esse mesmo canteiro teria 1000x3000).

Algumas pessoas, no entanto, gostam de desenhar em cm ou mesmo em mm. E se recebermos um desenho feito assim; o que fazer? Neste caso, se quisermos passar o desenho para metros, precisamos usar o comando "SCALE". Primeiramente, procure descobrir as medidas do desenho. Pegue, por exemplo, uma porta (ou outro elemento cujas dimensões sejam conhecidas ou estimadas por você) e meça a distância (comando DI) entre os batentes; se aparecer algo como 80, então o desenho está em cm. Se aparecer 800, estará em mm. Em seguida, descongele todos os layers (um layer congelado não pode ser editado). Digite SC, , ALL (selecionará todas as entidades do desenho), e clique num ponto qualquer para servir de referência ao comando. Neste ponto, o comando pedirá o fator de escala a ser usado. Se o desenho foi feito em cm, o fator será 0,01. Se em mm, 0,001. Este procedimento, no entanto, não funciona se houver alguma cota no desenho; as setas e números permanecem com o mesmo tamanho. Neste caso, teremos de desenhar em cm ou mm.

Mas, como fazer com o AutoLANDSCAPE? Se você está acostumado a ver as plantas desenhadas sempre em metros, será preciso aplicar o "Scale" nelas também? Não. O AutoLANDSCAPE permite que se desenhe no CAD tanto em metros, quanto em centímetros ou milímetros; basta escolher as medidas na caixa de configuração do sistema do AutoLANDSCAPE . Em seguida, se abrirá esta tela:



No meio da tela, há uma caixa onde você pode escolher o sistema de medidas a ser usado pelo AutoLANDSCAPE.



Portanto, não há motivos para ficar quebrando a cabeça se o desenho não estiver feito em metros.

Bom trabalho!



Email

Solicite um orçamento!

No de avaliações: 5 - média : 4,6 Ótimo

 

Enquete
Qual seção você lê com mais frequência?






 

Todas as enquetes


0 ms

AuE Software
Todos os direitos reservados à AuE Soluções - (32) 3217-1501 - aue@auesolucoes.com
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.