A Paisagista Marta Yorki de Strubing fala sobre suas experiências e perspectiva para o Paisagismo

Autor: Victor Charris - Data: 16/02/2017

Marta Yorki de Strubing

"Conheci a AuE Software no primeiro curso de paisagismo que realizei com Gustaaf Winters em Holambra-SP. Fiquei encantada porque os softwares da empresa eram diferenciados em relação aos outros softwares de paisagismo que havia conhecido, principalmente os americanos, que são muito específicos para o hemisfério Norte e a vegetação que utilizam, principalmente para fotomontagens, têm um efeito muito diferente da nossa vegetação. Os softwares da AuE Soluções tem um amplo banco de dados com plantas específicas que se adequam ao clima paraguaio, além de serem práticos e simples, o que me levou a utiliza-los."

AuE Paisagismo: Conte-nos sobre o projeto que você mais gostou até agora na sua carreira.

- O projeto que eu mais gosto é um jardim residencial localizado a 50 metros de um pequeno rio com fluxo elevado a 3 km próximo do Rio Paraguai. A casa tem pé direito duplo com pano de vidro e vista para o jardim de 2.400 metros quadrados, situado em um ambiente arborizado com exemplares antigos; sendo que um deles permaneceu no centro da casa.
Isso faz com que o ambiente seja úmido e fresco, com a temperatura sempre um pouco mais baixa do que em outros lugares, por isso é importante para um país com um calor tão intenso como este.
No projeto e na execução não entramos em conflito com nenhuma das árvores existentes no terreno, foram acrescentadas e mantidas árvores frutíferas menores e medicinais, exemplo Allophylus edulis. Criamos canteiros e trilhas usando pedras, gramados, palmeiras e outras nativas, mas sempre incluindo plantas que fique de acordo com as condições ambientais.
Respeitamos o meio ambiente e a vegetação que existia no terreno, com isso conseguimos um exuberante jardim que dá a sensação de ter ficado sempre ali.

AuE Paisagismo: Em geral, o que se entende por uma paisagem, especialmente no espaço urbano? E qual o conceito adotado em seu Studio?

- Paisagismo é ciência e arte. É uma atividade multidisciplinar que mescla arte, botânica, biologia e arquitetura.
O homem destrói o meio ambiente para construir, por isso considero que o paisagismo urbano ainda pode ser o mesmo, mas com mais paisagem natural, própria da sociedade. Acreditamos que este não é apenas um elemento de qualidade de vida nas cidades. As áreas urbanas deve tornar-se um exemplo de convivência entre os seres vivos. Finalmente um lugar onde as pessoas estão em contato permanente com a natureza na sua vida cotidiana, dando assim amor e respeito para as coisas da terra.

AuE Paisagismo: Na sua opinião, como deve ser o espaço público?

- Espaços públicos precisam ser inclusivos e seguros, devem ser criados vários parques, lagos e áreas verdes que circundam as cidades, onde as pessoas possam se reunir para atividades sem nenhum custo como ciclismo, caminhadas, etc. Criar ambientes que ajudem ao caráter ecológico do lugar. Se existirem áreas naturais protegidas como zonas úmidas, por exemplo, respeitá-los e torná-los um lugar de aprendizagem e adoração da natureza.
As ruas, avenidas e passeios devem ser florestadas, com as espécies certas, colocando o verde onde tem que ser colocado. Isso reduz o estresse e produz sensações agradáveis ao indivíduo, isso também tem relevância social e de saúde pública.

AuE Paisagismo: Em geral, e na criação de um projeto de paisagismo, que critérios artísticos geralmente são levados em conta?

- Eu uso principalmente a plástica e as cores das plantas, também incorporo outros elementos como água, pedras, espelhos, esculturas, luzes. Mas principalmente para mim; cada planta é uma escultura viva, uma obra de arte e a utilizo como tal.

AuE Paisagismo: Na sua opinião, qual importância dos critérios sustentáveis (baixo consumo de água e eletricidade, a escolha de uma espécie vegetal, entre outros) na concepção de um projeto?

- A minha opinião é que eles são os critérios de maior importância. Eu acho que a paisagem é um agente modificador e tem responsabilidade ecológica.
Quanto menos intervirmos na paisagem natural e menos mudarmos o ambiente. Manter a sua essência, utilizando a vegetação nativa; obtemos como resultado, menos consumo de água, uma melhor adaptação das plantas e, portanto, menor uso de pesticidas e fertilizantes químicos, entre outros recursos.
Isto se consegue quando o paisagista conhece a área onde a paisagem vai intervir com a vegetação, as características específicas do clima, solo, água, etc. E as espécies utilizadas no seu projeto de acordo com estas condições ecológicas.

AuE Paisagismo: O que recomendar aos jovens paisagistas?

- Não projetar a partir de um estudo, uma mesa, eles devem saber o local onde vão intervir, visitando e sentindo o espaço, sujando as mãos e os pés. Tem que viajar e ver jardins pelo mundo, outras culturas. Isto nos faz sermos abertos e criativos.
Tem-se que especializar permanentemente. O mundo está globalizado, mas tornam-se mais específico na medida em que o conhecimento geral amplia-se e esta especialidade é muito extensa. Precisamos de conhecimentos de botânica, conhecer profundamente todas as plantas que vamos usar, para ser atualizado com novas descobertas botânicas, também ser capaz de inovar, ler sobre biologia, arquitetura, arte, etc.
Para mim fica fácil reconhecer o projeto da paisagem que foi projetado por um arquiteto do estúdio dele, porque ele usa alguns elementos da planta e geralmente são sempre os mesmos.
Então eu aconselho aqueles que iniciam, dedicar tempo à leitura, para aprofundar a compreensão do reino vegetal imenso. Há aproximadamente 300.000 espécies descritas de plantas e mais de metade são encontrados em ecossistemas tropicais e subtropicais como o nosso.
Os nossos recursos são enormes, mas temos que conhece-los para aproveita-los corretamente.











Veja também:

O Engenheiro Evandro Silva fala sobre os projetos na Ambiente Brasil Paisagismo e Gestão Ambiental.

Entrevista: Márcio Garcia e a Água Viva Lagos e Paisagismo

Paisagista Ricardo Crispim, paisagismo com modernidade e estilo pessoal

Entrevista: Paisagista Mauro Spagnhol: 40 anos da Spagnhol Plantas Ornamentais

Paisagista Maurício Estellita e a arte da paisagem


Compartilhar:


Anterior Próximo

Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



---
Lançamentos
Volta às aulas: Estamos preparados com Aue Estudantil & AuE DNA!
Volta às aulas: Estamos preparados com Aue Estudantil & AuE DNA!

Descubra como a AuE Soluções pode auxiliar Alunos, professores e escolas de Arquitetura, Paisagismo, Agronomia e Florestal

Seja um usuário BETA das novas versões dos softwares.
Seja um usuário BETA das novas versões dos softwares.

Saiba como ser um usuário beta da versão 2018 de nossos softwares de paisagismo e irrigação

Entrevista
A Paisagista Marta Yorki de Strubing fala sobre suas experiências e perspectiva para o Paisagismo
A Paisagista Marta Yorki de Strubing fala sobre suas experiências e perspectiva para o Paisagismo

A Paisagista paraguaia Marta Yorki de Strubing, que nos contou sobre suas experiências e sua perspectiva para o paisagismo em grandes centros.

Dicas Técnicas
HydroLANDSCAPE 2018: Importando curvas de nível do Google Maps
HydroLANDSCAPE 2018: Importando curvas de nível do Google Maps

A versão 2018 dos programas da AuE contam com a importação da localidade a partir do Google Maps.

LandMANAGER 2018: Gerenciamento e manutenção de obras diretamente no Smartphone
LandMANAGER 2018: Gerenciamento e manutenção de obras diretamente no Smartphone

Conheça o aplicativo LandMANAGER para o gerenciamento e manutenção de obras diretamente nos smartphones com Windows Phone ou Android.

AutoLANDSCAPE 2018: Criando a planta baixa humanizada de seu projeto com apenas um clique
AutoLANDSCAPE 2018: Criando a planta baixa humanizada de seu projeto com apenas um clique

Veja como criar uma planta baixa humanizada e a visualização em 3D de seu projeto de forma simples e rápida no AutoLANDSCAPE 2018.

Escolhendo e alterando os temas no PhotoLANDSCAPE 2018
Escolhendo e alterando os temas no PhotoLANDSCAPE 2018

Saiba como melhorar ainda mais as apresentações de suas fotomontagens.

Ecologia
China ganhará Floresta Vertical
China ganhará Floresta Vertical

Veja como a criação da floresta vertical na China minimizará os efeitos da poluição.

Novidades
Paisagismo Digital - Novos Planos de Destaque
Paisagismo Digital - Novos Planos de Destaque

Conheça os novos planos de destaque do Paisagismo Digital e Paisajismo y Jardin.

Notícias
Morre Haruyoshi Ono, o arquiteto paisagista do Museu do Amanhã e da Vila dos Atletas
Morre Haruyoshi Ono, o arquiteto paisagista do Museu do Amanhã e da Vila dos Atletas

O arquiteto Haruyoshi Ono faleceu na noite de domingo (22/01/2017), no Rio de Janeiro.

IV Semana de Arquitetura e Urbanismo
IV Semana de Arquitetura e Urbanismo

A IV Semana de Arquitetura e Urbanismo acontecerá entre os dias 27 e 31 de março em Campos dos Goytacazes -RJ, com o tema "Inovação e Tecnologia´´.

Academia Rain Bird & AuE Software
Academia Rain Bird & AuE Software

Academia Rain Bird & AuE Software. Conheça essa parceria feita para você.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 13 No 152 / Janeiro de 2017

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Projeto em um sítio

ALESSANDRA VILLELA PAISAGISMO LTDA - ME

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp +55 (27) 99298-2445

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*