Entrevista: Paisagista Guilherme Takeda - 30 anos de experiência

Autor: Regina Motta - Data: 08/08/2014

Com 30 anos de experiência e uma grande equipe de arquitetos em São Paulo e Porto Alegre, o Arquiteto Paisagista Guilherme Takeda em sua empresa a Takeda Paisagismo e Urbanismo, atende a projetos em todas as regiões do país e no mercado imobiliário, condomínios, loteamentos e mais recentemente no projeto urbanístico colaborativo de ruas, praças, bairros e cidades.


Aue Soluções: Faça uma apresentação pessoal e de sua empresa. Gostaríamos de conhecê-lo melhor.

Guilherme Takeda: Meu nome é Guilherme Takeda, sou arquiteto e apaixonado pelos espaços exteriores. A Takeda Paisagismo e Urbanismo nasceu do desejo de fazer espaços para as pessoas coabitarem harmonicamente com a natureza e viverem as suas vidas com qualidade. Completaremos no ano que vem 25 anos de empresa. Atuamos em mais de 120 cidades brasileiras em 21 estados. No ano passado fizemos nosso primeiro projeto em Angola.

Aue Soluções: Como foi a sua escolha da profissão de paisagista? Quais as dificuldades que encontra e quais a maiores alegrias?

Guilherme Takeda: A descendência nipônica e o respeito pela natureza ajudaram a optar por este ramo da arquitetura. Gosto de problemas desafiadores. Trabalhar com seres vivos que mudavam as suas características nas diversas estações do ano ( eu moro em uma região subtropical com 4 estações definidas ) e se transformavam no decorrer dos anos. Isso era fantástico, uma arquitetura impermanente e mutante. Uauuu, que desafio!

No primeiro cliente visitado, a primeira dificuldade, o primeiro balde de água fria.
Perguntei a um possível prospect ( construtor ): quem faz o paisagismo de suas obra? Respondeu ele: ahh quem faz o jardim do empreendimento é o jardineiro lá de casa.....


Empreendimento Atmosphera - Manaus

Assim entramos na área de paisagismo fazendo a execução dos nossos projetos, competindo com jardineiros do bairro. Carregando plantas, adubo, terra, grama e executando as obras. Isso foi muito instrutivo.
Depois chegou a empresa Encol. Ela revolucionou a forma de fazer incorporações imobiliárias no país. De lá prá cá, poucas empresas não contratam um profissional para desenhar o seus espaços abertos.

As maiores alegrias:
Ver os espaços que vc projetou sendo utilizados pelas pessoas, trazendo felicidade a seu corpo e alegria a sua alma.

Aue Soluções: Como fazer para integrar o gosto do cliente, com a obra arquitetônica e a seleção adequada de espécies botânicas em um projeto paisagístico?

Guilherme Takeda: A disciplina de paisagismo nunca deve estar divorciada do modo de vida e do gosto do cliente final. Afinal de contas, trabalhamos para criar espaços de bem-estar para eles. Além disso, trabalhamos de forma colaborativa e com grande sinergia com os nossos colegas arquitetos de edificação e de interiores. Tudo isso para entregar um produto harmônico e aprazível aos usuários.

Um exemplo desta sinergia, é a paisagem criada nos jardins para ser apreciada do interior da edificação. Os paisagistas japoneses trabalhavam esta técnica com extrema destreza. Criavam verdadeiras pinturas vivas, enquadradas pelos vãos das janelas e portas.


Fonte: internet
http://www.br.emb-japan.go.jp/cultura/jardim.html

Aue Soluções: Como o senhor faz a seleção das espécies botânicas? Leva em consideração a frequência de manutenção no processo de escolha?

Guilherme Takeda: A escolha das espécies vegetais deve levar em conta o cenário que queremos revelar aos usuários e moradores.

Um jardim mais tropical com palmeiras, bromélias e helicônias nos remetem aos espaços de lazer. Tudo está ligado ao espírito do lugar. As sensações que queremos transmitir.

Já um jardim mais intimista, com espaços mais aconchegantes, deve ser proposto com vegetação mais densa e, de preferência, aromática para trazer calma e relaxamento aos usuários. É como se estivéssemos dentro de um bosque ou uma mata.


Eixo das águas

Arquitetura contemporânea e minimalista pede, em geral, vegetação mais escultural e de grande impacto estético. Isto ajuda a contrastar com as linhas retas e cores puras do projeto.

As plantas nativas, por serem mais rústicas, necessitam menos manutenção e sempre estarão prontas a apresentar a sua beleza as pessoas.

Nosso grande mestre paisagista, Burle Marx, dizia; planta bonita é planta viçosa. Por isso ele foi um pioneiro em utilizar plantas da região, altamente adaptadas ao clima.



Aue Soluções: Ao longo de sua carreira o senhor projetou diferentes tipos de jardins (residencial, comercial, etc.) Qual a diferença de projetar para diferentes tipos de espaço e o que valorizar em cada um deles?

Guilherme Takeda: Diferentes necessidades, diferentes soluções. O jardim comercial ou corporativo deve ser mais comportado e ao mesmo tempo imponente. Deve aparecer menos que a empresa que ela representa e nunca deve ofuscar os produtos expostos nas vitrinas.


Piscina estrelada

Uma necessidade mais recente do paisagismo comercial é a criação de espaços contemplativos e de bem estar para os funcionários e colaboradores para melhorar a qualidade de vida no trabalho. Afinal, ficamos mais tempo no trabalho do que com a nossa família.

Já o paisagismo residencial deve ter jardins e ambientes que representem a personalidade de seus moradores. Ele deve ser mais elaborado pois ele é degustado de diferentes formas.



Aue Soluções: O senhor é usuário de nosso software PhotoLANDSCAPE, O que nos diz sobre ele? Qual a diferença que ele trouxe para o seu trabalho?

Guilherme Takeda: O PhotoLANDSCAPE é um excelente instrumento de apresentação de projeto de paisagismo porque mostra a aplicação das espécies vegetais no projeto. Hoje nossos clientes veem o jardim pronto antes de implantá-lo no terreno.

Aue Soluções: O senhor tem como clientes grandes construtoras e órgãos públicos, acredita que atualmente há uma maior conscientização da importância do paisagismo por parte da mídia e das organizações públicas?

Guilherme Takeda: O paisagismo sempre foi visto como uma disciplina menor da arquitetura. Hoje estamos conquistando um espaço importante na produção dos espaços exteriores tanto no campo privado quanto do público. As incorporadoras imobiliárias defendem que um bom paisagismo veste a edificação, além de oferecer espaços complementares para o entretenimento e o bem estar da família.


Jardim de Acesso

Outro fato do aumento da importância do paisagismo é a incorporação desta disciplina no planejamento urbano. O Landscape Urbanismo, criado na Harvard University, consorcia os conhecimentos do paisagismo na solução dos problemas urbanos e o planejamento da cidades e dos bairros.

Há muitos outros movimentos que brevemente desembarcarão no Brasil como o Urbanismo Tático (ações da população para solucionar problemas da cidade), as Hortas Urbanas (utilização de terrenos baldios para criação de hortas comunitárias), Os Parklets (estares com jardins, implantados no lugar de duas vagas de automóveis na rua) que criam espaços aprazíveis para os pedestres.

Aue Soluções: Atualmente, devido ao crescimento exacerbado das cidades e pela constante busca por segurança e comodidade, percebemos que as pessoas estão preferindo morar em apartamentos ao invés de casas. Como inserir o paisagismo nos projetos de grandes edifícios, fazendo com que as pessoas não percam o contato com o verde?

Guilherme Takeda: As incorporadoras estão investindo, cada dia mais, em espaços de lazer nos condomínios de edifícios. Tudo isso para trazer um pouco da natureza, e suas qualidades, para próximo dos moradores.



Até a arquitetura está sendo envolta pela vegetação. Hoje contamos com telhados e paredes verdes que, além de embelezar a paisagem, ajudam no isolamento térmico das edificações, melhorando a temperatura e economizando gastos energéticos com o condicionamento do ar.

Aue Soluções: Dentre os projetos que realizou, qual deles destacaria? Conte-nos um pouco sobre este projeto.

Guilherme Takeda: É sempre difícil dizer quem é o filho mais bonito, mais inteligente. Por isso vou falar do último trabalho lançado. O Atmosphera foi lançado semana passada. Um empreendimento localizado em Manaus, concebido pelos arquitetos Paulo Lindemberg, Jackson Junges Bomfim e Werner Deimling Albuquerque. Nele criamos diversas atmosferas para os moradores em espaços relaxantes e exclusivos.


Lounge externo


Compartilhar:



Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: edson moraes - Data: 14/08/2017 20:37:23

gostei muito da sua proposta de utilizar o paisagismo em seus projetos


AuE Responde: Olá Ederson, que bom que você gostou! O Paisagista Guilherme Takeda é ótimo!



2 - Autor: emanuel viana rocha - Data: 12/10/2014 18:19:46

muito boa reportagem e bem claro nos trabalhos expostos, Parabéns.




Entrevista
Entrevista: Paisagista Guilherme Takeda - 30 anos de experiência
Entrevista: Paisagista Guilherme Takeda - 30 anos de experiência

Atende a projetos em todas as regiões do país e no mercado imobiliário, condomínios, loteamentos e no projeto urbanístico colaborativo

AuE Network
Novos mapas para download

Este mês estamos publicando mais mapas para plantas existe em nosso sistema, confira.

Novos desenhos para download

Este mês estamos publicando mais 10 novos desenhos em nosso sistema, confira.

Dicas Técnicas
PhotoLANDSCAPE: Trabalhando com polígonos - AVANÇADO
PhotoLANDSCAPE: Trabalhando com polígonos - AVANÇADO

Aprenda a utilizar melhor a ferramenta polígono em sua fotomontagem feita no PhotoLANDSCAPE

AutoLANDSCAPE: Itens "Perdidos" no Projeto?
AutoLANDSCAPE: Itens "Perdidos" no Projeto?

Itens aparecendo em sua tabela que não estão no projeto de paisagismo feito no AutoLANDSCAPE? Veja o que pode ser.

HydroLANDSCAPE: Trabalhando com a escala do desenho
HydroLANDSCAPE: Trabalhando com a escala do desenho

Aprenda como funciona a escala nos desenhos de CAD e como utiliza-la.

Notícias
AuE apresentou o HydroLANDSCAPE no curso de irrigação ministrado pela RainBird no Rio de Janeiro
AuE apresentou o HydroLANDSCAPE no curso de irrigação ministrado pela RainBird no Rio de Janeiro

A academia RainBird é um grande evento de formação de profissionais em irrigação para paisagismo, o HydroLANDSCAPE esteve lá!

AuE Soluções esteve na Garden Fair 2014
AuE Soluções esteve na Garden Fair 2014

A AuE Soluções participou de mais uma GardenFair, em Holambra, SP.

Cientista egípcio quer alimentar mundo com mandioca
Cientista egípcio quer alimentar mundo com mandioca

mandioca que contém o dobro da quantidade normal de proteína,pode salvar da fome os países da América do Sul e da África.

As belas glicínias do Ashikaga Flower Park - Japão
As belas glicínias do Ashikaga Flower Park - Japão

No Japão, essas flores são chamadas de Fuji e juntamente com o Sakurá, são as flores mais apreciadas no Japão.

33a Expoflora 2014
33a Expoflora 2014

Mostra de paisagismo e jardinagem comemora 10 anos e consagra-se como uma das principais atrações do evento

Flora brasileira: 300 novas espécies em Roraima
Flora brasileira: 300 novas espécies em Roraima

Foram identificadas também 124 espécies de aves, 131 de peixes, 23 de anfíbios, 14 de lagartos, 5 de serpentes e 18 de mamíferos.

Reserva de Mata Atlântica: Patrimônio Natural Mundial
Reserva de Mata Atlântica: Patrimônio Natural Mundial

Essas características a tornam o ecossistema bioma de maior biodiversidade na face da Terra

Fotossíntese artificial, será a energia do futuro?
Fotossíntese artificial, será a energia do futuro?

"Se existe na natureza, não há nenhuma lei científica que impeça que seja feita pelo homem"

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 11 No 122 / Julho de 2014

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Jardim de Pedra

Paisagista Osmar da Silva e Paulo Henrique Góes

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*