Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas II

Autor: Diego R. Gonzaga - Data: 30/08/2012



Continuando a série de artigos sobre botânica para paisagistas, este mês vamos apresentar o sistema de nomenclatura botânica APG e discutir porque os nomes científicos das plantas eventualmente sofrem mudanças.

Para quem chegou agora, veja o artigo do mês anterior: Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas I.

Além do que estamos habituados a ver nas plantas, a botânica tem estudado o DNA para classificar corretamente o parentesco entre as espécies. A partir destes estudos muitas famílias botânicas foram reposicionadas, pois com este estudo filogenético o conhecimento das famílias se tornou bem mais preciso.

O sistema APG (The Angiosperm Phylogeny Group) é um sistema de taxonomia vegetal moderno utilizado na classificação de plantas com flor. A primeira classificação do APG foi publicado em um jornal inovador em 1998. Desde então, a classificação tem sido aperfeiçoada através de duas novas atualizações.

APG III foi publicado na edição de outubro de 2009 em Botanical Journal of the Linnean Society. Dentro dos clados se encontram as famílias, e estudos comprovam suas posições ou sugerem seus reposicionamentos. Muitas plantas sofreram mudanças em relação as famílias, o banco de dados adotado de acordo com as famílias do APG III se encontram em ThePlantList.

Estamos revisando todo o banco de dados da AuE Soluções, em breve você irá notar que no Paisagismo Digital e na nova versão dos softwares desenvolvidos pela AuE Soluções (primeiras imagens da versão 2012 do AutoLANDSCAPE, HydroLANDSCAPE e PhotoLANDSCAPE) as famílias botânicas estarão identificadas de acordo com o novo sistema APG III.

APG III - Angiosperm Phylogeny Group



A figura acima demostra como os clados se localizam no APG III


Não é apenas as famílias que sofrem mudanças, o nomes científicos estão sempre em revisão. Dados de ThePlantList (Acesso em: 28 de agosto de 2012) apontam que da flora mundial descrita e estudada, 28.7% (298,900) são de nomes aceitos, 25.4% (263,925) são de nomes não resolvidos e 45.9% (477,60) são de nomes sinonimizados. Os nomes não-resolvidos estão sendo trabalhados e podem ser confirmados ou se tornarem sinônimos.

Com isso muitos nomes científicos foram modificados no nosso sistema, afim de manter o banco de dados Oficial que é desenvolvido pela AuE Soluções sempre atualizado com as maiores referências de estudo sobre as plantas. Conferindo assim maior confiabilidade dos nomes científicos aos clientes.

As revisões botânicas alteram o nome das plantas, mas os nomes antigos não deixam de existir, eles tornam-se sinonímias do novo nome


Como exemplo de mudança de nome científico temos os nomes Tabebuia avellanedae e Tabebuia impetiginosa ambos pertencentes da família Bignoneaceae, conhecidos popularmente como ipê-roxo e/ou ipê-rosa, com as revisões mais recentes estão classificadas como Handroanthus impetiginosus. Os nomes antigos não deixam de existir, eles tornam-se sinonímias do novo nome, e podem ser consultadas nos principais bancos de dados sobre a flora nacional e mundial. Para cada espécie vegetal, existe apenas um único nome científico válido.

Quando se examinam coleções botânicas nota-se que plantas idênticas são com frequência referidas de diferentes formas. Este fato, resultante de variadas causas, determina a existência de nomes científicos e sinonímias.

Como o Paisagismo Digital apresenta os nomes das plantas



No Paisagismo Digital, por exemplo, cada planta pode ser consultada pelo nome científico atual (1), pelos nomes populares (2)e/ou pelos nomes científicos obsoletos ou sinonímias (3).

Handroanthus impetiginosus ou Tabebuia impetiginosa


Handroanthus impetiginosus - Foto: Guilherme Motta

Sobre a mudança dos nomes das famílias botânicas, a mudança é diferente. Alguns indivíduos que sofrem mudanças de famílias, e os nomes antigos das famílias continuam existindo, porém as plantas que constam em cada grupo são modificadas de acordo com a filogenia.

O gênero Zamia antigo pertencente a família Cycadaceae, atualmente está posicionado na família Zamiaceae. Posterior a isso, o gênero Cycas, muito utilizado no paisagismo conhecido popularmente como cica, sagu, palmeira-sagu, continua na família Cycadaceae.

Zamia furfuraceae


Zamia furfuraceae - Foto:Guilherme Motta

Cycas revoluta


Cycas revoluta - Foto: Guilherme Motta

No próximo mês vamos analisar a questão das variedades, formas e cultivares, até lá !

Leia também: Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas I


Compartilhar:




Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: Ricardo Crispim - Data: 22/09/2012 18:07:08

Muito bom isso tudo, agora resta saber quando o APG vai se popularizar a ponto de tornar tudo mais claro, como por exemplo nas dúvidas a cerca das hibridizações dissolvidas nos gêneros Cattleyae da família Orchidaceae além da família bromeliaceae também que está carregada de dúvidas ... mais com certeza é um grande avanço, apesar de que para efeitos de trabalho em um âmbito mais funcional, acredito eu que as identificações baseadas em aspectos morfológicos nunca vão chegar a defasar ...



2 - Autor: Ida Maria Neves Terron - Data: 21/09/2012 19:25:44

Excelente em todos os aspectos.



3 - Autor: CARLOS EVER CASTRO - Data: 20/09/2012 18:37:23

A pesar de las limitaciones por el idioma, me parece un trabajo ambiental muy bueno. Los técnicos debemos de manejar más el nombre cientifico de las plantas para poder identificarlas a nivel mundial. muchas gracias.




Botânica
Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas II
Plantas ornamentais: Botânica para Paisagistas II

Entenda sobre os nomes botânicos e a posição filogenética das famílias botânicas de acordo com o APG III.

Dicas Técnicas
AutoLANDSCAPE 2012: Sofisticação, praticidade, produtividade.
AutoLANDSCAPE 2012: Sofisticação, praticidade, produtividade.

Conheça as novidades do PhotoLANDSCAPE 2012.

HydroLANDSCAPE 2012: Precisão e calculos confiáveis
HydroLANDSCAPE 2012: Precisão e calculos confiáveis

Conheça a nova versão do HydroLANDSCAPE

Novidades
Quer testar os novos softwares da Aue soluções? Fique sabendo como.
Quer testar os novos softwares da Aue soluções? Fique sabendo como.

Veja como fazer para ser um Beta tester dos softares 2012.

Notícias
Sociedade Brasileira de Arborização (SBAU) divulga carta de Uberlândia

Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, SBAU, divulga Carta de Uberlândia.

Visite a AuE Soluções na Fiaflora 2012 !
Visite a AuE Soluções na Fiaflora 2012 !

15a Fiaflora Expogarden, 06 a 09 de outubro de 2012, das 13 as 21h no Pavilhão Oeste do Anhembi - São Paulo Brasil

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 9 No 99 / Agosto de 2012

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Jardim de Pedra

Paisagista Osmar da Silva e Paulo Henrique Góes

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*