A Paisagista Ana Toledo fala sobre seus projetos

Autor: Regina Motta - Data: 12/11/2012

AuE Paisagismo: Faça uma apresentação pessoal e de sua empresa.


Ana Toledo: Paulistana de nascimento, tomei por opção, há 30 anos, a cidade do Rio de Janeiro para residir.
Atuando como paisagista desde 1986, constituí minha empresa de paisagismo - Ana Toledo Paisagismo - no ano de 1993, a qual mantenho sob minha liderança e direção. Focada em projetos de paisagismo, implantação, reforma e manutenção de jardins, realizei ao longo deste tempo trabalhos que incluem: residências (urbanas e de veraneio - praia e serra), apartamento e coberturas, empresas (área externa e interior) e áreas de grande porte (fazendas e haras), e ainda, a participação em eventos e mostras de arquitetura, design de interiores, paisagismo e feiras de construção. Mais recentemente, atuo, também, como outdoor living designer, com criação de objetos - móveis, painéis para varandas, vasos - e ainda, tratamento artístico para muros e paredes.

Tenho como conceito:
"O Paisagismo é a simplicidade de trazer a sabedoria da Natureza, como matéria para a concepção de um Novo Espaço"
.



AuE Paisagismo: Como foi a sua escolha pela profissão de paisagista?

Ana Toledo: Numa referência ao dito popular - de que a vida começa aos 40 - de fato, foi nesse tempo que minha vida profissional como Paisagista se iniciou.
Num primeiro momento, trabalhei no desenvolvimento artístico da confecção e apresentação de projetos para a empresa Vereda Plantas e Jardins. Em decorrência desta atividade, passei a acompanhar a implantação dos projetos por mim trabalhados e, naturalmente, pude interagir muito proximamente com os paisagistas. Posteriormente, participei também do processo criativo dos projetos, emitindo opiniões e sugestões e propondo alterações, adequações e ajustes, enquanto em fase de desenvolvimento.
Apesar não ter uma formação acadêmica, "devorei" todos os livros, sobre o assunto, que encontrei. Numa figura de imagem, usava um exemplar da Trópica como travesseiro.
Acolhida como discípula por Dimitri Sucre, paisagista com valor estético extremamente apurado e de grande conhecimento botânico e técnico, este me fez mergulhar em definitivo, na criação de projetos de paisagismo.

Além do privilégio do convívio pessoal, tive, ainda, a oportunidade ímpar de tê-lo como inspirador e mensageiro de conhecimentos botânicos e informações de ordem técnica que pautaram minha formação profissional e que foi determinante na direção seguida desde então.

AuE Paisagismo: Costuma freqüentar Congressos e Eventos de Paisagismo?

Ana Toledo: Coleciono algumas participações em eventos e mostras de decoração e paisagismo e feiras de construção - Casa Cor _ Rio, Morar Mais _ Rio, Casa Design _ Niterói e Construir _ Rio - como expositor, e também, como apoiador a arquitetos e designers.



AuE Paisagismo: Como estabelecer a integração entre o projeto de paisagismo, o cliente - gosto/intenção - e o projeto de arquitetura?


Ana Toledo: A integração entre os profissionais - de arquitetura e de paisagismo - e o cliente é de vital importância para o resultado final a ser alcançado.
Com o cliente, estabeleço uma estreita interlocução, que me permite perceber seu "modus-vivendi". De fato, faço uma verdadeira "anamnese", ocasião em que busco depurar suas intenções, expectativas, gostos, preferências e restrições pontuais. A partir da observância deste conjunto de informações chega-se, quanto ao cliente, ao patamar inicial para o desenvolvimento do projeto.
A interação do paisagista com o arquiteto, desde o desenvolvimento do projeto arquitetônico, é de suma importância, pois leva a um maior conhecimento dos detalhes do projeto e das pretensões do arquiteto. Este contato "precoce" permite, mesmo, o oferecimento de indicações de ordem técnica quanto às plantas, suas necessidades, e levam à viabilização de sua utilização, além de uma maior possibilidade de se explorar as potencialidades do projeto arquitetônico, sempre em atenção ao cliente, ao profissional e ao projeto.
Por fim, a visão artística do paisagista, componente essencial que pauta a estética da criação de um cenário único a ser implantado. Em momento de inspiração, fluem idéias, que tomam corpo e forma neste processo criativo. A este corpo se faz permear todo o acervo de conhecimento botânico e técnico e o conjunto de informações pontualmente disponibilizadas, no intento de se viabilizar a criação.

Todo este conjunto determina a escolha de espécies a serem utilizadas no projeto de paisagismo, sem jamais deixar de atentar para as peculiaridades e condições restritivas que cada espaço impõe.



No meu caso específico, que não produzo e não vendo plantas, conto, entretanto, com um universo substancial de parceiros e fornecedores, em vários estados e cidades.
Esta condição me permite estar totalmente livre para criação dos projetos/cenários, tendo como meta, primordialmente, a atenção aos anseios do cliente e do arquiteto/designer, portanto, sem qualquer conflito de interesses.

Conseqüentemente, a seleção de espécies se dá num "range" extremamente amplo, desde as plantas mais comuns, às mais raras e exóticas e sua inserção nos projetos é pontual, estudada caso a caso, na busca da valorização de cada trabalho. Esta busca se manifesta, até mesmo, em pesquisa de campo, na escolha de indivíduo próprio, para a utilização num determinado espaço, com características específicas.

AuE Paisagismo: Como você faz a seleção das espécies botânicas, pelo aspecto técnico? Você leva em consideração a freqüência de manutenção nesta escolha?


Ana Toledo: O ponto de partida para a escolha das espécies, quanto ao aspecto técnico, se dá com um levantamento apurado das características do espaço maior onde serão implantados os jardins.

Os vários fatores que são determinantes na escolha das espécies são:


  1. Clima da região do imóvel;

  2. Inserção urbanística e sua relação com o entorno;

  3. Dimensões e micro-climas dos espaços a serem
    trabalhados;

  4. Topografia do terreno;

  5. Volumetria e composição do solo.


Outro fator de grande importância a ser observado no momento da seleção de espécies botânicas a serem utilizadas, é o tamanho que as espécies atingem quando em idade adulta, uma vez que o desenvolvimento de um jardim é dinâmico.

Finalmente, a manutenção. Pois, situações específicas podem exigir uma condição excepcional para a manutenção. Como é fator de vital importância para o bom desenvolvimento dos jardins, e que não pode deixar de ser considerada, a escolha de determinadas espécies de plantas, implicará numa condição e regime de freqüência que deverá ser habilitado para a realização da manutenção periódica dos jardins.

AuE Paisagismo: Como o paisagismo pode contribuir na qualidade de vida da população?


Ana Toledo: O paisagismo, ao ordenar áreas num processo de melhoria, recomposição e restauração, promove uma maior integração do ser humano com os espaços por ele utilizados e estimula uma convivência mais harmoniosa ente as pessoas.

Ao propor, naturalmente, estes padrões de relacionamento, o paisagismo faz desenvolver no ser humano, a percepção, mesmo que de forma intuitiva, de sua ligação com o meio ambiente.


AuE Paisagismo: Qual o papel do paisagismo em um empreendimento imobiliário?

Ana Toledo: O paisagismo, apesar de ter desenvolvimento específico e ser realizado por profissional próprio, é parte integrante de todo e qualquer conjunto arquitetônico existente, sejam intervenções urbanísticas ou de realizações empresariais imobiliárias.

Inequivocamente, a importância do paisagismo se faz notar pela humanização dos espaços e das relações decorrentes deste tratamento, e que vai além de sua reconhecida função estética.

Ao alcançar mais e melhores resultados quanto à qualidade dos empreendimentos, a realização de um tratamento paisagístico traz, como conseqüência imediata, uma melhoria na qualidade de vida do usuário/consumidor, que por sua feita, tem demonstrado expectativas cada vez maiores e mais elaboradas.

Desta maneira, os empreendimentos que tem em seu bojo a preocupação com o tratamento paisagístico das áreas e construções, tem um maior apelo comercial e passam a ter, naturalmente, um maior valor comercial agregado.



AuE Paisagismo: Frente às diversas catástrofes naturais que estamos vivenciando, tais como enchentes, vulcões, terremotos, entre outras, as profissões que lidam diretamente com o meio ambiente ganham especial destaque. Qual é o papel do paisagismo neste cenário?

Ana Toledo: Diante do cenário existente e da tomada de consciência deste cenário, o paisagista pode e deve atuar como co-participe, em associação a outros profissionais, na elaboração e desenvolvimento de práticas mais sustentáveis e menos agressivas ao meio ambiente.

Cito, a seguir, algumas práticas já em uso, ainda que pouco freqüentes:


  1. Melhoria no regime de utilização da água e energia, com a implantação de sistemas de irrigação automatizada;

  2. Racionalização e diminuição do consumo de energia, através da utilização de luminárias a base de LED (light emission diod);

  3. O desenvolvimento e implantação de jardins verticais, que exploram as superfícies de paredes, muros e empenas cegas;

  4. A implantação de cobertura verdes e telhados sustentáveis, também conhecidos como "sky gardens". Esta é uma técnica da "bioarquitetura", e que consiste no plantio de plantas e árvores em telhados de residências e coberturas de edifícios. É grande aliada contra enchentes e a problemas de "lha de calor", alterações de temperatura que ocorrem nas metrópoles;

  5. A implantação de fazendas urbanas, que se pretende ver instaladas em fachadas e/ou coberturas de construções. Este recurso permite o plantio de alimentos em local próximo ao de consumo, o que reduz, consideravelmente, o custo ambiental por conta de um menor deslocamento;

  6. Uma menor utilização de agentes químicos e outros poluidores, e até mesmo o não uso - plantio orgânico;

  7. Restauração de áreas degradadas, por eventos naturais ou mesmo pela ação do homem - fazendo uso de espécies nativas, recompondo a condição original então existente. Este processo de reconstrução do habitat promove não só a restauração das espécies botânicas, mas permite, também, a reinstalação da fauna que compunha estas áreas.


AuE Paisagismo: Que ferramentas você usa na confecção do projeto de paisagismo?

Ana Toledo: Sou, particularmente, apaixonada por papel, lápis, pincel e tinta. Entretanto, existem no mercado novas tecnologias - softwares - que se mostram excelentes ferramentas para a confecção do projeto de paisagismo.

Por sua versatilidade e abrangência de recursos - que passa pela representação gráfica em pranchas, edição de imagens digitalizadas e elaboração de planilhas com total exatidão de cálculos - a utilização destas tecnologias se tornou imprescindível, pois fornecem ao profissional os meios para a execução de um trabalho ágil, eficiente e rico na qualidade de informações, e estabelece um padrão de apresentação do projeto, que facilita a leitura, pelo cliente, das propostas ali contidas.

AuE Paisagismo: Dentre os projetos que você realizou, qual deles você destacaria?
Conte-nos um pouco sobre este projeto.


Ana Toledo: O processo de criação de cada projeto é envolto por uma sensação de grande prazer e realização.
Destaco um trabalho que realizei há pouco tempo. Uma residência de veraneio, localizada na região de Angra dos Reis - Costa Verde, litoral sul do Estado do Rio de Janeiro.

Os proprietários são clientes e amigos de longa data, e para quem já havia realizado, anteriormente, outros trabalhos. Eles - arquiteta e engenheiro - projetaram e construíram a casa, que na sua concepção atende às intenções de toda a família - com três filhas. Para o projeto de paisagismo me foi concedida total liberdade para a criação e elaboração deste trabalho.

Debruçada sobre o mar da baía da Ribeira, a casa, com dupla fachada, está inserida no centro de um terreno de grande inclinação - em declive - entre a rua de acesso e o mar.

O projeto de arquitetura dá grande valor e privilegia o paisagismo ao prever áreas de jardins em todos os espaços da residência. Houve, ainda, a preocupação de se incluir elementos de integração entre os espaços internos e externos, de forma a se desfrutar, a todo o momento, dos elementos naturais que a cercam.

Destes elementos, ganha destaque a construção de um terraço suspenso e em balanço, na ala íntima da casa, numa ampliação da área das três suítes da fachada oeste. Este terraço, que faz rever e renovar o perfil de ocupação desta área, porém, mantém a condição de convivência reservada, mas que coloca o ocupante destes espaços num usufruir pleno do visual voltado para o mar, o horizonte e o por do sol.





CONTATO:
anatoledopaisagismo@gmail.com

LINKS:
Flickr - Ana Toledo Paisagismo - Portfolio
Facebook - www.facebook.com/PaisagismoAnaToledo


Compartilhar:


Anterior Próximo

Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: Julio - Data: 03/12/2012 16:29:09

parabens !!!



2 - Autor: adaildo policena - Data: 02/12/2012 14:06:50

Adorei muito bom ver novas ideias sou jardineiro e atuo na areá como micro empreendedor busco sempre coisas novas para levar ao cliente este trabalho merece nota 10 abraço



3 - Autor: anatoledopaisagismo - Data: 27/11/2012 18:41:43

Meu obrigada pelo carinho de todos.
É sempre bom compartilhar idéias.
Abraços



4 - Autor: VANJA COITÉ - Data: 26/11/2012 21:08:51

Parabéns, sucesso senpre.



5 - Autor: Dôra Maia - Data: 24/11/2012 08:26:03

Lindos os seus projetos. Parabéns! Também sou paisagista pratica, desde o ano de 1999, sou estudante de Arquitetura & Urbanismo.



6 - Autor: Maria - Data: 23/11/2012 12:06:15

Obrigada por nos apresentar com tanta clareza a importância do trabalho de paisagismo. Sucesso sempre, para você, Ana Toledo.



7 - Autor: Paola Tonelli - Data: 22/11/2012 15:39:50

Instrutiva, esclarecedora e apaixonante materia. parabéns !




Entrevista
A Paisagista Ana Toledo fala sobre seus projetos
A Paisagista Ana Toledo fala sobre seus projetos

"O Paisagismo é a simplicidade de trazer a sabedoria da Natureza, como matéria para a concepção de um Novo Espaço"

Quem são os profissionais dedicados que fazem a revisão do banco de dados de plantas da AuE Soluções
Quem são os profissionais dedicados que fazem a revisão do banco de dados de plantas da AuE Soluções

Conheça os profissionais que trabalham para oferecer a você a nomenclatura atual das plantas do Paisagismo Digital, AutoLANDSCAPE e PhotoLANDSCAPE

Botânica
Descrição taxonômica das Tillandsias
Descrição taxonômica das Tillandsias

Origem, habitat,estilo de vida,espécies e descrição botânica das Tillandsias

Dicas Técnicas
AutoLANDSCAPE 2012: A ferramenta certa para o paisagista moderno
AutoLANDSCAPE 2012: A ferramenta certa para o paisagista moderno

De tempos em tempos é necessário aprimorar as ferramentas para obter maior resultado. Vem aí o novo AutoLANDSCAPE

HydroLANDSCAPE 2012: A importância da irrigação
HydroLANDSCAPE 2012: A importância da irrigação

Investir em irrigação fica caro? Saiba sobre a importância da irrigação.

PhotoLANDSCAPE 2012: Beleza e funcionalidade
PhotoLANDSCAPE 2012: Beleza e funcionalidade

O que devemos priorizar no desenvolvimento de fotomontagens, beleza ou funcionalidade?

Notícias
A tempestade Sandy: os efeitos do aquecimento global serão inevitáveis?
A tempestade Sandy: os efeitos do aquecimento global serão inevitáveis?

A tempestade Sandy, nos Estados Unidos, além de todos os prejuízos e mortes causados, serve de alerta em relação ao aquecimento global.

Políticas Públicas de Mudanças Climáticas
Políticas Públicas de Mudanças Climáticas

De acordo com o Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas, doze Estados brasileiros sancionaram leis sobre a questão climática.

Pós Graduação em plantas medicinais
Pós Graduação em plantas medicinais

Universidade Federal de Lavras MG - Seleção para Pós graduação em Plantas Medicinais

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 9 No 101 / Outubro de 2012

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Jardim de Pedra

Paisagista Osmar da Silva e Paulo Henrique Góes

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*